Seguidores

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Ser tão
dimensões múltiplas ..




Por entre a canção de Caetano Veloso .. nos seus setenta e cinco anos. Lanço uma flecha no espaço, dança a mulher maravilha diante de mim.
Ítalo Calvino chega a mim numa flecha quântica , crianças brincam ao comtenplar o voo dos urubus. Na era de aquário um poema inquietante de Ricola , torno me mutante.Dialogo com a poética de Edu Planchez … Mergulho nos quadros e na poética de Diego El Khouri .. Ser tão
dimensões múltiplas .. E Deus e a Deusa dançam dentro de meu coração .. cantemos a vida, tarde de agosto um sorvete de queijo no intervalo de um estudo de concurso. Mergulho nas paginas do livro
e diante de mim Marco Polo e Kublai Khan ali vivos num texto de Ítalo Calvino.
Interconexões no viver … Cantai vos ó pássaros da vida e alguém posta no face o tempo de brigar e o mesmo de amar. Escolhemos entre amar e brigar. A vida corrida do povo que acorda nas madrugadas, trens , ônibus e o cansaço. E cade a poesia para esta gente ..? Quem se encontra numa meditação ? ! Viver entre trabalhar e não trabalhar. Sentir -se vivo como cantou Caetano “ SEM LENÇO NEM DOCUMENTO “ afinal não temos nada .. nascer , crescer , viver amar e morrer e novamente eternidade afora .. quando daremos um salto quântico ? !
E Deusa e Deus estão dentro de nosso coração esperando ser sentido e amados .. Os poetas Sufis cantam ao amado o pai que esta em segredo.


Ser tão
múltiplas dimensões ..


A cidade plena na manhã de uma quinta feira nada de telefonemas para ver o sorriso das crianças e o chorar pela mãe.
Nas canções do Bola de Meia e as crianças se encantam .. OUVEM o Bola .. e as canções de Beto Quadros lindamente apresentado sua arte por uma professora as crianças.
Sorrimos ao Sol de Agosto , cade a chuva ?
Promessas para ver o Mar ? Promessas para ir a Mantiqueira ?
E concursos e mais concursos e sempre “ sem lenço e documento “ pelado pelado nú com a mão no
bolso “ como canta Róger no Ultraje a rigor.
Cade aquela saia vermelha e você mulher dançar para mim. E uma linda mulher dança no stagram nem sei qual música ?
Nunca vi o dançar Sufi .. danças circulares .. cirandas .. Gaia dança e faz gerar universos …


Ser tão


Venezuela , Brasil e o desamor não deve suprimir o amor !


América univos em torno da liberdade de seus povos ..


Dancemos ciranda nas escolas, criemos uma educação que liberte como no sorriso de uma professora no jornal Hoje ..


Ser tão


Dentro de mim entre o morrer e o renascer , Fênix fênix fênix … Eis Deus e Deusa
a dançar dentro de mim .. E quando daremos o salto quântico ?!


Ser tão
Minha alma clama por Ser !
Eu cansado, devemos resurgir como a AVE FENIX .. Ser tão … Ser tão … Ser tão …


Joka


João Carlos Faria









Nenhum comentário: