Seguidores

sábado, 25 de março de 2017


Anúbis
Entre a pena, flor , canção


108 inexistência !
Caetanear ! Gritar ou mundo … poesia .. poesssssssssiaaaaaaaaaaa …
Caetano Veloso .. poesia … e poetas incedeiam as redes sociais.
E a vida não se torna insonsa !
Insonsos ! E ai Raul Seixas só não sabemos ganhar dinheiro ?
De resto é arte na alma.
Nosso coração busca deixar de ser pedra.
Entre a pena, flor , canção.
Não me lembro de Anúbis.
Ele esta lá no caminho do coração.
Eu ou quase eu. Entre capetas, demônios e anjos.
Caio levanto e busco o coração …

108 inexistência !

Alma , pedra .. o lago ondula – se.
Amor
Utopia.

Insanidade nas redes anti sociais.
Encontrar o desafeto das pessoas .. pedras .. flor
alma …
Canção .. canção … eis o caminho da perfeita meditação ?
Rimas e coisa de Jorge Mautner … de encantadoras canções ..
Eu , caetano, raul , mautner ..
E poetas das redes insociais …
Canto cantemos ..
Vivamos na embriagues da arte ..

108 inexistência !

Por onde Buda ? Jesus o Cristo ?
Dentro de nosso intranquilo coração.
Silenciar a mente chegar a alma
num imenso ÊXTASE !
108 inexistência !

Joka

João Carlos Faria

Inspirados nas inúmeras provocações de Edu Planches, Nydia Bonetti , Ricola de Paula , Alex Carrari .. poesia, alma, coração … neste eterno agora !
Silencio quero ouvir as canções do vento a Mantiqueira esta dentro de mim !


Nenhum comentário: