Seguidores

domingo, 29 de janeiro de 2017


Bicharda 2
Porque hoje é sábado.

O lançamento do livro de Teresa Bendini no SESC Taubaté foi uma experiencia
sensorial o dialogo e as colocações sobre as questões ambientais colocada
pelo ambientalista, poeta José Moraes Barbosa foram bem interessantes e inquietantes.
Teresa Bendini sabe conduzir bem um evento. Seu livro tem uma boa reflexão sobre a questão
da preservação da fauna e da flora.
Vale a pena ler seu livro este e outros da escritora. Foi meu primeiro contato com o espaço e a arquitetura do Sesc Taubaté.
Um grande espaço para arte e lazer. Numa das Capitais da cultura brasileira.
Taubaté tem uma importância na identidade do povo Brasileiro dois grandes artistas
e muitoa outros Monteiro Lobato e Mazaropi além das cancões de Renato Teixeira.
Cidade do Vale do Paraíba onde a Serra da Mantiqueira se faz presente com sua
imponência.
O encontro estava cheios de ativistas acompanhando o lançamento do livro Bicharada
2.
Gente de todo O Vale do Paraíba.
Gente que constrói a historia da região.
Vinícius de Moraes fala do sábado em seu poema o dia da criação e foi um memorável
sábado.
Que venham mais e que ocupemos as praças publicas do Vale do Paraíba com filosofia
e arte.
Para que conquistemos um outro Brasil com consciência ambiental que a economia seja integrada a natureza que tenha equilíbrio ambiental. Afinal Monteiro Lobato falava que um pais
se faz com homens e livros.
Que o Cristo com seus braços abertos em Taubaté nos ilumine no caminhar
pela arte , filosofia e uma politica que construa uma nação livre.
Taubaté com suas figureiras, artes populares, musica e poesia e uma das únicas universidade
municipal do Brasil.
Parabéns Teresa que venham outros encontros em busca do fazer arte.

Joka

João Carlos Faria

Sábado
Ocupemos as praças publicas em busca da sabedoria

Vinícius de Moraes exalta o sábado no poema O dia da criação. E sábado é sempre
fantástico. Embora todos os dias devem ser fantástico. Só temos o “momento” como a
filosofia e o esoterismo nos ensina.
Desculpem os transtornos eu não separo Sophia entre metafisica e filosofia. Politica
de poesia. Para mim tudo esta aqui junto e misturado.
Nos dois últimos sábados de Janeiro foram dias que valeu a pena viver. Ainda não
experimentei a morte. Então não sei se ela é prazerosa ou desconfortante. E esta minha
personalidade só existe agora e nada mais.
Estar entre poetas, filósofos e artistas me excita. Entro em êxtase. É sexual apaixonante
e sempre entre Eros e Tanatos. Vida e morte.
Esta gente que ousa tentar a ousadia de se repensar e filosofar mesmo com todas nossas
“ vaidades “ é encontro em busca da sabedoria essência do viver.
Já estive em praças publicas onde desbravei meus caminhos para vida. Tudo que sou
entre as fraquezas e as ousadias é graças ao convívio com gente sabia.
Já convivi com filósofos donos de banca de revistas .. de praças e shoppings. Isto
que chega ao nosso coração é o que levaremos para a eternidade.
A vida é breve. Não devemos nos preocupar com o que vira. Não é fácil entender
o agora. Devemos sentir os momentos.
Praças Publicas é lugar de artistas, filósofos e livres pensadores.
Para que a sabedoria seja fonte acessível a todos que busquem a real liberdade.

Joka

João Carlos Faria

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017


Que cidade !

Bandas pankes, ciranda, poesia ..
Movimento pela liberdade. Fórum de Cultura de São José dos Campos !
Teatro !
Cade a produção de cinema ? Quem esta mapeando os produtores de video e cinema ?
Confiram UMA das banda de Juliano Maurer.
Ótimo som ... arte, cultura. Poesia .. arte … Vida …
Já estou vendo uma enorme ciranda em volta da Praça Afonso Pena !
CELEBremos o renascimentO da poesiA E DO humanismo … cirandassssssssssssss

Joka

https://soundcloud.com/juliano-maurer-687997744

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017


Pela democracia
UNIDADE NA DIVERSIDADE

Ciclo ativistas ! Movimento Cultural !
Fechamento da secretaria de meio ambiente.
Precisamos unir a sociedade e não se dividir
em bandeiras.
A cultura deu um passo a frente criando
um Fórum que se reúne semanalmente.
Precisamos criar um Fórum de todos para
todos !
Somos simplesmente cidadãos brasileiros.
E querem governar para retirar direitos sociais.
O Brasil e as cidades é de todos e para todos.
Senhores governantes não rasguem a constituição brasileira.


Joka

João Carlos Faria

São José dos Campos São Paulo Brasil


Gestor diz que protesto da cultura em São José foi 'pequeno'


Cabe ao prefeito Felício Ramuth abrir o dialogo com a comunidade e expor seu projeto para
arte e cultura na cidade.
Cultura na cidade não é um projeto de um só governo. A Fundação Cultural surgiu na cidade
como manifestação da cena artística e cultural nos anos 80 fruto da reabertura do pais.
Tivemos nos anos sessenta um conselho de cultura. Na qual foi inspirado as comissões setoriais
da Fundação e extinta com a lei Jorley no fim dos anos 90.
Arte e cultura deve ser uma politica em todos governos.
Este jornal “ O VALE “ criou o promessometro e arte e cultura não consta na proposta do
governo de Felício Ramuth ?
Então a comunidade joseense não tem as propostas de arte e cultura para a cidade do governo Felicio ?
Esperamos que o ex presidente da OAB de São José o advogado Aldo Zanoni Filho junto
com o prefeito Felício Ramuth abra um dialogo com a população joseense interessada nas
artes e cultura.
São José tem um movimento de arte e cultura respeitado no Brasil.
Aqui já existe diversas ongues e empresas artísticas e culturais.
O empreendedorismo faz parte do dia a dia de nossos produtores de arte.
Enfim só com o dialogo se faz uma cidade justa, democrática e humanizada.

Joka

João Carlos Faria

Canto a liberdade

Celebremos o renascimento da poesia e do humanismo.


Desumanos !
Brincam no poder .
O fascismo ri . Canta sua canção de morte.
O cinza é sua cor. Dor medo, guerra.
O império contra ataca


Quem ousa dançar ciranda.
Maracatu .. samba.
As cidades estão cheias de zumbis.
Seres sem luz. Sem utopia .. vassalo do deus mercado.
O deus consumo .. é a lei.
O cinza apaga a vida na cidade.
Mortos vivos no último suspiro do deus mercado.
Os quatro cavaleiros .. cavalgam .. pela terra.
Que bravos guerreiros irão rufar os tambores de guerra ?
Dancemos cirandas nas praças públicas para fazer renascer o amor.
Celebremos o renascimento da poesia e do humanismo.

Desumanos !
Brincam no poder .
O fascismo ri . Canta sua canção de morte.
O cinza é sua cor. Dor medo, guerra.
O império contra ataca

Os bárbaros estão conquistando o poder !
Brevemente liberdade de expressão não estará no dicionário.
A civilização ocidental caminha rumo ao abismo.
Estamos de volta as idéias da década de 30 do século XX.
O fascismo não deve triunfar.
Triste destino da desumanidade.

Que liberdade temos neste capitalismo o caos e as incertezas estão desmoralizando a democracia ?

Estranho ver o fascismo e a barbárie travestidos de democracia ?

Celebremos o renascimento da poesia e do humanismo.
Rufem os tambores dancemos maracatu, samba, cirandas nas praças publicas !
Celebremos o renascimento da poesia e do humanismo.

Joka

João Carlos Faria

sábado, 21 de janeiro de 2017

Fest Ato

São José dos Campos São Paulo Brasil Janeiro de 2017

Alguém grita mais mais mais !
Uma voz familiar ...
LAVOU A ALMA
Arte, cultura ...
Arte, cultura deve ser politica de Estado e não de governo.
Estamos felizes e a luta sempre continua eternamente ...
estamos vivos e nas ruas …
Arte faça você mesmo ...
liberdade ...


Joka

 João Carlos Faria


Segunda - feira tem reunião no teatro da Rua Elisa .. 7 da noite ...

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017


O ESTADO ASSALTADO PELOS BANQUEIROS

Privada ! Bidé ..
Corrupção ..
Zumbis da Cracolândia ..
Rebelião nos presídios.
Operação Lava Jato.
Falta mais algum ingrediente ?
A democracia corre risco.
O engravatado. O político. Os banqueiros.
Ao sul .. o Brasil é o país do futuro ?
Cadê o estado brasileiro.
Foi esfaqueado quando passava em frente à FIESP ..na Paulista ..

Joka

João Carlos Faria

terça-feira, 17 de janeiro de 2017


Arte e cultura como politica de Estado

Saúde , educacação, arte, cultura, segurança pública, geração de empregos. Tudo é prioridade aqui e agora. Estão usando a crise econômica como motivo para retirar direitos do cidadão. Eles deram um golpe em Dilma Rousseff e na democracia brasileira . E querem continuar avançando com uma pauta reacionaria e conservadora. Acho estranho trabalhadores defenderem as idéias e os valores da casa grande !
Daqui a pouco vamos ver gente defendendo a Eugenia e a queima de livros ! O fascismo esta contagiando os valores da classe operaria.
Acorda povo Brasileiro a senzala esta recebendo chibatadas !
Eu não quero que as idéias da classe media alienada. Tomem conta de governos.
Cultura e arte deve ser uma politica de estado e não de governos.
A sociedade brasileira deve refundar sindicatos os fortalecer. E os movimentos sociais.
Criar um movimento de criação de cooperativas. Fortalecer a economia criativa e fundar
bancos usando de cooperativas.
A sociedade Brasileira não vai se calar diante das imposições da Casa Grande !
Vamos a luta ! Vamos as ruas !
Cazuza “ enquanto houver burguesia não vai haver poesia “

Joka

João Carlos Faria

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017









Politica é uma arte


Estranho o posicionamento do atual prefeito de São José dos Campos FELICIO RAMUTH a cultura
faz politica demais.
E por acaso politica não é um ato cultural. A politica na peça do xadrez da sociedade é onde se faz
historia decide-se o presente e o futuro.
Felizmente nasceu mais um Fórum de Cultura que reuniu quase 100 pessoas na ultima semana.
Eu acho que a politica partidária que esta em decadência. Esta que mantêm cargos comissionados.
Que coloca apaziguados nos cargos públicos sem nenhuma experiencia.
Quem dera a educa cação , saúde tivesse gente que briga-se por ela a cultura e artes neste pais tem formado cidadãos críticos e ativos politicamente senhor prefeito.
Com as redes sociais vocês não vão fazer o que fizeram em seus 16 anos de gestão no poder.
O povo esta cada vez mais consciente de seus deveres públicos e de seus direitos.
O PSDB extinguiu as comissões setoriais de cultura e arte na Fundação único legado em seus 16
anos a frente da Fundação.
O cidadão esta de olho em seu governo que se inicia. E o cidadão esta aprendendo o prazer e a arte
de fazer politica.
Que se faça mais politica no sentido de se desenvolver o bem comum !
Vamos as ruas …
Onde esta a Social Democracia no PSDB ?

Joka

João Carlos Faria

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017


O estado esta falido ?

EDITORIAL: O estado paralelo - 12/01


Lendo o editorial do O VALE do dia 12 / 01 uma pergunta o Estado faliu ?
No ano passado trabalhei na rede publica de educação e em conversas em salas
de professores e com os alunos fica-se sabendo da presença do comando nos bairros.
Tem escolas que o COMANDO (PCC ) determina onde professores podem ir no bairro
geralmente restaurantes e padarias.
Tem bairros que colegas professores sabem do ponto de ônibus que não podem frequentar.
Sabe – se de alunos envolvidos com o trafico e não se toma providencias para se tirar estas
crianças e adolescentes do crime.
O ECA impõe limites na educação. E a escola publica faz vista grossa em relação a isto.
O Estatuto da Criança e do adolescente necessita uma reformulação assim como a educação
no Brasil.
A rede publica de educação e a privada precisam ser
reformuladas.
Em escolas publicas no período noturno e até diurno se usa drogas. Cade sindicatos ?
E tudo mundo finge não ver nada e não saber nada.
Cabe ousadia e coragem aos profissionais de educação brasileiros.
E cabe esclarecimentos a população. E organização do cidadão brasileiro para exigir do poder
publico atitudes eficientes e coerentes para proteger a população.
Se o povo brasileiro e as autoridades permacerem calados quem sabe uma
nova queda da bastilhas ?
Cabe ao cidadão de bem se posicionar politicamente.
Este silencio significa a morte do estado democrático de direito.
E não é questão ideológica ou partidária.
E necessário salvar a escola publica brasileira.
Quebrar muros de escolas. Abrir aos fins de semana.
Criar cursos que ofereçam oportunidades no mercado de trabalho.
Segundo matéria deste O VALE uma pessoa ganha 200 reais por dia no trafico.
Um professor eventual recebe 69 reais por 6 aulas hora. E não recebe vale transporte, vale refeição
e o Sindserv se cala ?
E ai povo brasileiro ?
Mas prefeitos preferem fechar orquestras. Pensam extinguir fundações e cortar gastos da cultura
enquanto matem suas inúteis assessorias em cabides.
Estamos construindo que Brasil ?
É hora do povo reagir. Como diria Cazuza “ Vamos pra rua “

Joka

João Carlos Faria

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Nada é definitivo enquanto não se morre !

Joka

Toquem os tambores de guerra
A América é do povo !
verão !
Como é bela a chegada da chuva de verão !
Quem pintou uma tempestade ?
Que poeta retratou a bela chegada da chuva ?
Sem arte sem verbo diante da natureza.
O nada não existe ! E as forças que regem o universo são indecifráveis.
Cada ser ! Que crie seu próprio Deus.
verão !
O meu Deus habita meu coração.
É chegada a hora de celebrar a vida ,
verão !

Alma , canção é hora de guerra .
A vida é mais é bem mais que o Estado Burgues !
Que as algemas do estado.
O estado é uma ficção.
verão !
Avancemos é hora do bom combate além do mal e do bem.
Avancemos Brancaleones.
Só nos resta o bom combate sem medo
A felicidade nos aguarda.
verão !
Joka
João Carlos Faria
Escrito após leitura Pátria Grande :
Texto de Nestor Gorojvosky
Macrismo, drama para a Argentina.
Punhal contra a América Latina
Revista Caros Amigos

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017


Mobilização pela ARTE
Pela cultura , democracia …
Pela defesa da Fundação Cultural Cassiano Ricardo.
Contra o fechamento da orquestra !
Contra o fechamento das casas de cultura !
Exigimos que o prefeito Felício Ramuth faça a eleição
e escolha o novo presidente da FUNDAÇÃO.
QUEREMOS SABER QUAL A PROPOSTA DE CULTURA DO GOVERNO DO PSDB ?
Mobilização pela ARTE
Pela cultura , democracia …
Pela defesa da Fundação Cultural Cassiano Ricardo.
Contra o fechamento da orquestra !
Contra o fechamento das casas de cultura !
Exigimos que o prefeito Felício Ramuth faça a eleição
e escolha o novo presidente da FUNDAÇÃO.
QUEREMOS SABER QUAL A PROPOSTA DE CULTURA DO GOVERNO DO PSDB ?

terça-feira, 10 de janeiro de 2017









Poemas da desconstrução ou a mera inexistência !


Delírios a quase quarenta graus a vida se faz nas estacões
porque homens não usam vestidos ?
Viva a irreverencia de Flávio de Carvalho

Sem rimas,
na delicada cor do verão

Anjos
Demônios
Mal
Bem
Entre desejos
ser … celebremos o baile da vida.

Calor, desejo
amor.

Nada rima com a solidão …

Joka

João Carlos Faria


Cancões de verão

Entre ter, ser !
Desejar
Céu …
Festa de demônios …

Calor !
Sem a rima pobre, só a dor .

Joka

João Carlos Faria


Super – homem a canção

Cantemos a inutilidade
do poema.
Cantemos a gloria da poesia …
O inverso se faz versos.

Roma, China …
Vestidos quase masculino.
Porque devemos ser iguais …
se igualdade não existe ?

Joka

João Carlos Faria

Cancões de nupcias da alma

Não ser, celebra-se a vida ..
Quero decifrar a cor do verão …
Goias … Salvador … Manaus …
Porto Seguro ..
Quantos lugares …
O calor em suas tonalidades .. Brasil …
Trópicos,
Ser não ser …
Temos papeis desdefinidos em nossa
insignificância.
Um dia achamos que conquistaríamos
o mundo.
E nem a nós deciframos ?
Não sou o papel que devo decifrar ?

Joka

João Carlos Faria


Verão
o calor nos brinda com vida