Seguidores

domingo, 13 de novembro de 2016


Invenção

Naufrago na tarde !
Chuva. Vida navego dentro
de meu coração.

A vida se esvai mas somos
eternos … Este corpo e uma
vestidura.

Desejo dançar ciranda.
Madrugada a dentro.

Minha alma ainda desarmada
de amor.

Naufrago na tarde !
Cade o canto de Iara ?

Sonhos em vida, vida sonhos.

Naufrago na tarde cinza.

Nossa jornada é sonho.
Ainda estamos adormecidos na
nevoa da ilusão.

Vida quase leve , quase livre.
Temos um universo dentro
de nós para ser conquistado.
A morte é uma invenção.

Desejo dançar ciranda.
Madrugada a dentro.
Mas sem você não existo mera
sombra em busca de luz.

Joka

João Carlos Faria

Do livro o Canto de Íara

Nenhum comentário: