Seguidores

quarta-feira, 26 de outubro de 2016


O novíssimo testamento

Depois de O evangelho segundo Jesus Cristo de Saramago este filme O novíssimo testamento de
É religiosidade profunda fora das convenções de templos, pastores, padres … E por que devemos
ter estes intermediários ?
Já basta professores …
A liberdade é uma conquista diária e árdua do indivíduo do ser humano independente de gêneros, raça , grana e tudo o mais e algemas que nos prendem ... eu ainda não aprendi a ganhar dinheiro seu Raul Seixas mas chego lá.
Continuando o cinema é invenção achar um filme deste ao acaso pode mudar nossa forma de ver o
mundo. E não da para deixar de escrever . As vezes é difícil achar alguém para uma indagação filosófica desta envergadura.
Tenho assistido inúmeros filmes mas ontem depois de um dia de trabalho prazeroso porem cansativo nada como mergulhar em um filme deste achado por acaso no Tele Cine !
E o acaso nos revela grandes obras como livros do Saramago. Eu gostaria de saber como seria
um roteiro de minha autoria nem sei se chego lá , mas não custa tentar. Arte , filosofia nos da
sentido a vida quase sem sentido.
Conquistar mas para que conquistar ?
Mercadorias , roupas, carros e a vida se esvai na ampulheta … Alunos me perguntaram numa
aula para onde iria depois da morte sem pestanejar inferno. E o que é o céu ?
Quando criança com uma família evangélica que convivia ouvi um disco do apocalipse e o medo bateu ! Já estive no inferno em sonhos rápidos e digo que não é bem agradável nem cheio de luxurias e bem doloroso.
Mas que filme que conseguiu salva minha noite. Estas noites quentes de primavera com algumas
chuvas. E eu com a vontade de tomar sorvete e não arrisco minha sinusite e sempre presente
é Titas o sorvete me deixou gripado pelo resto da vida … eu gostaria de ter prazer de ler de noite
não consigo. Leituras faço de dia ainda aprendo.
A vida é poesia entre céu e inferno e o meio mas que meio é este ?
Dor, amor , desejo, sexo , luxuria quando estaremos livres de tudo ?
Cantemos a vida … como um poema de Glauco Matoso que fala de sua experiencia em um consultório de dentista … E alguns poetas quase amigos dão seus gritos de dor no facebook
só observo a fraqueza humana já tenho as minhas.
E um filme deste me comove ! Me causa alegria e da uma vontade de sair por ai sem destino.
Quem sabe um dia chego a um roteiro deste. E aquele diabo de Saramago no evangelho Segundo
Jesus Cristo ? Que lindo chega nadando …
A vida é leve a chuva de primavera caie torrencialmente … e minha garganta estando boa
vou atrás de alguma cachoeira perdida no Serra da Mantiqueira.
Assistam ao fime vale a pena … Nossa alma é pequena ? Por onde anda Fernando Pessoa ?


Joka

João Carlos Faria


O novíssimo testamento

Depois de O evangelho segundo Jesus Cristo de Saramago este filme O novíssimo testamento de
 Jaco van Dormael.
É religiosidade profunda fora das convenções de templos, pastores, padres … E por que devemos
ter estes intermediários ?
Já basta professores …
A liberdade é uma conquista diária e árdua do indivíduo do ser humano independente de gêneros, raça , grana e tudo o mais e algemas que nos prendem ...  eu ainda não aprendi a ganhar  dinheiro seu Raul Seixas mas chego lá.

Joka

João Carlos Faria 

 http://www.adorocinema.com/filmes/filme-222641/

terça-feira, 25 de outubro de 2016









Easy Rider

Nos muros das redes sociais tem forcas para todos os desgostos …
Nos muros das redes sociais a liberdade é uma moça que anda sem destino nenhum.

Joka

João Carlos Faria

domingo, 23 de outubro de 2016


As canções da sereia Ligia Kamada

Sábado, corações em chama !
Fui a cidade, acarajé, e nenhum amigo na Praça Afonso Pena. Solfidone não esta la aglutinando
poetas, loucos, artistas e ativistas políticos a cidade se empobrece.
E no Sesc enquanto eu lia e conversava com amigos. Uma cantora ensaiava e o encanto da sereia
se fez. Fui ver o ensaio. Estávamos cortados por uma frente fria eu de bermuda e camiseta. Ela me convidou para ver o show voltei para casa, banho, café … e peguei o ônibus. Cruzei o banhado experiencia única no planeta dizem que ali tem uma falha magnética, portais. Esta cidade me apaixona. Esqueço de seus políticos reflexo de nossa comunidade.
E fui ao show várias músicas … E de repente a bela cantora cita a cidade de Monteiro Lobato e descubro que a musa e gente nossa ! Ligia Kamada o nome de infinito talento musical e carisma.
Que presente ! O SESC cheio de gente da terra velhos amigos dos anos 90. Encontros sem desencontros queria ter atravessado a madrugada em bares mas fiquei na ilusão de uma padaria.
Que musica, suas canções que ouço aqui no Yotube.
Divirtam -se com suas canções, sua voz e seus shows estamos ricos de arte. Mas pobres de almas
politicas.
Que cidade controversa cheia de poesia e sem lideres. A vida segue um dia faremos cinemas, televisão.
Que os talentos se multipliquem viva Ligia Kamada !
A vida pulsa, pulsa , pulsa gritemos e saudemos a liberdade de uma nação democrática e livre.
A cidade merece espaços como o Sesc em seus quatro cantos . E quiça um dia o Sesc de sábado
para domingo seja aberto vinte e quatro horas.
Liberdade, arte e cultura só depende de uma imensa irmandade. Dancemos ciranda.

Joka

João Carlos Faria




sexta-feira, 21 de outubro de 2016


Um canto ao encanto do Rio de Janeiro !

O Rio de Janeiro sempre lindo em seus encantos poetas
Ricardo Chacal, Edu Planchez …
A poesia viva desta cidade maravilhosa verdadeira representação
de Brasil …
Sem o Rio o Brasil não teria uma alma !
Poetas disparam suas flechas palavras e incendeiam nossa utopia.
A educação, arte ira construir uma nação viva e cheia de graça
como profetizou Darcy Ribeiro.
Que Brasil sem Machado de Assis , Gláuber Rocha.
Nós somos a utopia e a vida nenhum governo é maior que o desejo
de vida e amor.
A humanidade superará suas demências e egoismo. Vida Rio de Janeiro
o Cristo de braços abertos …
A poesia nos encanta com seus poetas profetas …

Joka

João Carlos Faria

quinta-feira, 20 de outubro de 2016


A poesia que nos dilacera



Este poema de Arnaut Daniel revela o belo do ocidente ! Não somos só conquista e podridão
também somos AMOR !
Palavra rara no viver , escrever , poetas são seres mentirosos ? Quem diz é Fernando Pessoa eu
não digo nada. Diante destes nem existo ainda !
Que livro este de Ezra Pound um autor polemico em seu tempo. Levei anos para lelo. Mas cheguei a fragmentos de sua escrita este livro é redudante falar de sua importância.
Falta alguns poemas para eu completar e ler . Paulo Rafael falava com sabedoria deste livro. Confesso cabe me ler e reler e devorar e debater …
Hoje deu uma vontade de mergulhar em uma piscina com a obra de William Shakespeare dias destes na obra de Machado de Assis como deveríamos criar tempo e ainda não sei passar este amor as artes aos alunos que passam por mim eu professor ainda frustrado mas no caminho.
A Net Flix vem criando grandes obras hoje comecei Marco Polo assisti ao primeiro capitulo. Confesso a dificuldade em descobrir bons filmes … mas as séries … O que é arte ? Talvez o que nos faz humano. O renascimento se não estiver errado é quando a humanidade se olha. E não quando saiu do paraíso e descobriu- se a nudez.
Sei que a saída do paraíso é simbólica .. mas aqui escrevo sem os símbolos é o amor em suas
deveras maneiras aqui em Arnaut Daniel na forma carnal ? E não no espiritual o tantrismo ?
Ou no ocidente a alquimia que tanto falava Solfidone.
Tanta delicadeza na vida. E eu que tenho que estudar gramatica para conseguir uma vaga para passar um
ano de professor no infantil.
A realidade é dura nem sei quando farei cinema? Escrever é bem mais barato desde que não se
publique livros.
A vida é leve … tem cheiro de brisa e os espinhos não são mera ficção. É quem sabe um
roteiro para filmar com minha velha Sony ?
Quem ousa se aventurar ao mundo < Beth > no mundo do cinema e ai Elizabeth Souza e o seu
site labirinto ?
Um velho delírio que já foi imaginado. E quem lê Murilo Mendes ?
A vida esta ai …
Não deixem de ouvir a versão do poema pela MUSA HIBRIDA.
E que lancem idéias de roteiros que possam ser realizados.
São dez da noite daqui a pouco me transformo em abobara e adentro ao universo
dos contos de fadas.




Joka
João Carlos Faria









Livro : Abc da Literatura
Autor : Ezra Pound
Tradução : Augusto de Campos e José Paulo Paes
Editora : Cultrix
Paginas 182 a 185.
ARNAUT DANIEL ( 1180 - 1210 )
Aura Amara
Aura amara
branqueia os bosques, carcome a côr
da espêssa folhagem.
Os
bicos
dos passarinhos
ficam mudos,
pares
e impares.
E eu sofro a sorte :
dizer louvor
em verso
só por aquela
que me lançou do alto
abaixo, em dor
- má dama que doma.
Foi tão clara
a luz do seu olhar,
que no meu coração
gravou a imagem.
Dos
ricos
rio, seus vinhos,
damas e ludos
parecem-me vulgares.
Só tenho um norte:
morrer de amor
imerso
no olhar da bela
que me tomou de assalto,
seu servidor
ser, dos pés à coma.
Amor, pára !
Que queres mais provar ?
È inútil torturares o teu pagem,
só os
picos
dos teus espinhos
ponteagudos
dares,
flor negares.
A alma é forte,
mas o corpo inverso
já se rebela
e quer de um salto
colhêr a flor
de bôca, beijo e aroma.
Se me ampara,
essa a quem vivo a orar
no calor
da sua hospedagem,
justifica os meus descaminhos,
muda os pesares
dos meus pensares.
Mas antes morte
me propor
adverso
do que perdê-la,
meu sobressalto.
Que o seu valor
é mais que qualquer soma.
Face cara
que me faz pervagar
sem temor,
atrás de uma miragem,
nos becos,
pelos caminhos
mais desnudos,
por ares
e por mares,
em louco esporte.
Desprezo o humor
perverso
e,surdo, a ela
sobreamo, falto
de senso, amor
maior que a Deus tem Doma.
Vai, prepara
canções para doar,
trovador,
ao rei em homenagem.
Rústicos pães, duros linhos
serão veludos,
raríssimos manjares.
Parte com porte .
Embora em dor
subverso,
venera o anel. A Aragon, baldo,
vai teu ardor,
pois quem comanda é Roma.
Ei-la em seu forte.
Combatedor
converso,
em sua cela
sou prisioneiro, Arnaldo.
Esse sabor
de amar ninguém me toma.



Nossa 6 edições !
A sétima deveria vir fervendo para comemorar
7 EDIÇÕES.
A arte ali representada de uma geração fora do stabelichmentent das artes
e das culturas … seguindo o lema pank faça você mesmo.
É arte, literatura até politica de gente de vários cantos do Brasil
e do mundo.
Sim nos existimos , resistimos e estamos ai parabéns Guerreira
Elizabeth Souza.


Joka

terça-feira, 18 de outubro de 2016


Uma ficção ousa se parir dentro de minha alma

Tarde,
a cidade mal adormecida,
canções,
Sempre entre poesia, prosa e ensaios
quase nunca ficcionista.

Duvidas enquanto poeta. Mas sincero no desejo da arte …
Não sei ainda mentir em um roteiro.
Começaria assim ..

Cena 1

Um escritor que não sabe escrever ficção. Tenta desesperadamente
escrever.
É tarde. Mas insiste …
Viu velhas fotos sua de outros momentos de
sua vida.

Cena 2

Quer escrever um roteiro a noite esta quente ..
A vontade de viver emoções.
Quase desceu do ônibus na tarde.

Cena 3

Por onde anda a poesia ?
A poesia uma pessoa, algo além do sentimento.

Cena 4

Como escrever algo ainda não escrito ?
Se tudo pode ter sido imaginado.
Mas tudo cabe em nossa cabeça ?


Joka

João Carlos Faria

sábado, 15 de outubro de 2016






Caminhada nos Campos de São José

Numa manhã de sexta – feira me refazendo  de uma dor de garganta aguardando o telefone tocar para ganhar uma grana para comprar um pisante quem leu Dois Perdidos numa noite suja de Plínio Marcos sabe o que estou dizendo. E nada de telefone e a Mantiqueira diante de meus olhos aqui da Vila Industrial hoje o bairro todo quase sempre com cheiro de bosta de cavalo por causa de uma refinaria ?  Não resisti e peguei um circular para o outro lado do Paraíba com destino a Vargem Grande que historia diz que Cassiano Ricardo nasceu. No começo atravesso a ponte da foz do Rio Buquira que deságua no Paraíba do Sul. A estrada começa cheia de Chácaras em pleno Alto da Ponte e uma capelinha que avisto cercada de casas , pena estava fechada em sua beleza delicada. O ar ali se fazia puro. E nos em nossas guerras internas e externas. Primeiros quilômetros muitas fotos uma vargem grande se mostra e no outro lado os primeiros sinais da Serra da Mantiqueira uma linda estrada asfaltada que chega a Caçapava. Já fiz até lá descendo no ultimo ponto de ônibus ,mas neste dia avançaria além do Luso com um belo mascote fotografado. Que lugar lindo os Campos de São José dos Campos. E o rio Paraíba bem longe sem acesso só fazendas bem fechadas é o latifúndio. Imaginem  que eu achava que encontraria uma enorme vila. Mas encontrei um povo solidário ao caminhante pela estrada. Um senhor que mora no Acampamento Nova Esperança duramente conquistado pelo sem terras há anos atrás. E ele me falou que tem sim por ali uma cachoeira onde agora se paga para entrar. E uma lagoa de águas geladas, mas estava cansado foi uma caminhada de mais ou menos dez quilômetros. Gostaria de visitar o acampamento não pela política ,mas pela simplicidade daquele povo. Bem perto da cidade existem os Campos de São José e faço minha jornada por eles as vezes acompanhado as vezes sozinho. Comecei com O Stepan Maurer Neto e o Reinaldo Prado nos anos 90. Quem sabe uma hora desta uma bicicleta, uma Brasília , mas nunca quero abandonar a jornada a pé.Fotografei um Urubu e seu alimento um velho cão. E a morte as vezes é bela. E o latifúndio. E caminho sonhando com minha casinha de varanda para ver o Sol Nascer. Quem quer se aventurar pela nossa cidade e qualquer outra deste imenso Brasil ? Consegui por volta do meio dia e meio uma carona ... Eita gente boa neste mundo rural a cidade me encanta e desencanta no fim desci no centro da cidade e encontrei alguns amigos no caminho para aquelas conversas rápidas que valem a pena. A cidade das palavras por entre espinhos e encantos. E quem a defenderá para que ele se humanize. Quem sabe um dia passeio por uma canoa de ossos como no poema de Ricola.

Joka

João Carlos Faria          

quinta-feira, 13 de outubro de 2016


Dia de silencio ! 


Um premio move o dia um premio para Bob Dylan li inúmeras postagens no face …
A geração beat esta premiada. Reconhecida esta geração que nos marca e nos influencia
o que é um premio para um poeta desta envergadura … ? Cheios de riqueza nunca vejo
separação entre poesia e musica, entre prosa e poemas. A arte é um oficio de árdua conquista.
Hoje em salas de aula me deparo com as crianças e seu fanke carioca as vezes o rap.
E como mostrar-lhes estas riquezas. Nada deve ser imposto tudo é uma imensa troca …
As vezes em aula de arte enquanto professor eventual ponho lá o Grito de Edvard Much e
vem inúmeras reinterpretações a arte é isto de todos nós.
Seja o fanke hoje execrado pelo STABELICHEMENT das artes. A internet abre fronteiras
dentro da sala de aula.
E o velho celular proibido poderia ser uma grande ferramenta de aprendizado , mas o
velho estado prefere as lei de cima para baixo sem discussão e as vezes cumpro o
papel que não me cabe bem de autoritário e chato.
Mas como mudaremos a educação ? Sera que nas escolas hoje e amanhã se debatera a
obra de Bob Dylan ?
Sera que falaremos de Caetano Veloso, Raul Seixas, Oswald de Andrade sei que o
papel aceita tudo até minha vã filosofia. E não é de botequim. E reflexão sobre a
vida dentro da escola. Que me traz um novo olhar sobre a vida.
Aprendo mais com as crianças e adolescentes que ensino. E procuro os respeitar em
seus gostos e desejos.
Que educação estamos construindo nos dia de hoje? Embarquei neste ano de 2016
nesta área ainda não sei nada. E tento aprender rápido a sobreviver dentro das
salas de aula.
E o silencio ! Bob Dylam vi o filme sobre ele com vários personagens nunca lembro
o titulo.
Mas sua historia é marcante no inesquecível anos sessenta. Que até hoje nos diz
muito. A poesia é algo que esta dentro de nós e a geração Beat alcançou uma enorme
representatividade.
Espero um dia passar este conhecimento para dentro das salas de aula neste Brasil.
Afinal que modelo de educação queremos construir já que o que esta ai esta a beira da
falência? Mas que falência que nada acabei de comprar para ler Psicogênese da Língua Escrita
de Emília Ferrero e Ana Teberosky. E li este ano a Pedagogia do Oprimido de Paulo Freire
sem esta base de formação não somos professores . E ainda não sei o que é ser professor
para mim é algo em construção.
Existe alguns documentários muito bons como A educação proibida que sempre retorno mas
como conseguiremos avançar a educação publica e que colabore para libertar o ser humano
e não o transforme em mera mercadoria? Formulas não existem. Precisamos pensar e agir.
Cada um de nós deve encontrar dentro de si mesmo a luz. E um poeta como Bob Dylan da
velha tradição dos bardos nos empolga. Prêmios ajudam nos debate e hoje o dia não foi
da politica e sim da esperança.
A arte tem a força de nos fazer seres humanos. E a educação não deve ser só uma faceta
do velho stabelichment para a manutenção da velha ordem. O novo hade vir … façamos
acontecer. Dancemos cirandas nos pátios de nossa escola como a ciranda dançada por
Zé Celso Martinez Correa numa palestra sobre teatro e democracia.
Como diria Caetano Veloso em uma canção inspirada no maio de 1968 É proibido
proibir. A arte e a educação só deve ser para libertar e não manter as algemas de um sistema
falido.

Joka

João Carlos Faria

domingo, 9 de outubro de 2016


As viúvas do PT na terra de Cassiano Ricardo

Fui ontem em um ' Sarau “ oficial da cidade e vi o choro e o velório das esquerdas ninguém
perdeu nada ganhar ou perder eleição faz parte da democracia.
E insistiam no discurso fascista de que tudo se perde com a entrada do PSDB.
Acredito que Dilma sofreu um golpe. Mas a prepotência de nós de esquerda nos acharmos
os donos da verdade absoluta é algo que levou a derrocada do PT nestas eleições seu sócio
das malfadadas corrupções esta firme e forte o PMDB.
Ou a esquerda brasileira faz uma reflexão profunda ou continuara perdendo espaços
na cena nacional.
Dando assim espaço para discursos ideológicos de extrema direita.
Não acredito que o PSDB de São José dos Campos mudara sua postura tão arrogante quanto
os gestores do PT.
As panelinhas fazem parte da cidade e do pais. Em um sarau não existe democracia
só os mesmos de sempre falam.
E nos escutamos silenciosamente discursos do passado.
A Rede, PSOL estão ai que o PT se reconheça e volte a ter força.
Onde as viúvas de Carlinhos Almeida irão
trabalhar em 2018 ?
Trabalhar deve ser algo difícil para esta gente.
As bocas livres estão se acabando.

Joka

João Carlos Faria

domingo, 2 de outubro de 2016

A arte de mudar os rumos de um pais no dia a dia

Tudo passa só o gosto dos pasteis de Paraisópolis não passa.
Só a vontade de um mergulho no mar não passa.
Só a vontade de ser feliz não passa.
Eleições, desgovernos tudo é ilusão.
Estejamos nas ruas para garantir os direitos fundamentais.
Direito a trabalho, moradia, aposentadoria, saúde, educação,
arte, cultura.
Partido estão falidos …
A democracia é uma ideia a ser mantida … do contrario
é barbárie … a barbárie do trafico ao redor e dentro das
escolas. A cotidiana violência nas periferias.
Isto ninguém debate ?
Isto ninguém enxerga ?
E o Brasil é um pais que não temos segurança para
andar com um celular em paz.
A vida é bem maior que eleições.
A vida tem mais razão que partidos. Fazer politica
é bem mais que votar e ser votado.
O Brasil é de todos o Brasil não é uma privada.


Joka

João Carlos Faria

Amigos passam e a árdua luta continua em suas metamorfoses,
a vida é. E o ser humano é uma metamorfose … que destino
temos do nascer ao morrer ?
Viver é um desafio ...

Joka

João Carlos Faria


Sol dentro de nós

Em momentos que todos estão observando o fora alguns
olham para dentro.
E o universo esta dentro e fora, fora e dentro.
Bem e Mal e o desejo.
Como silenciar e adentrar a noite dentro de mim ?


Joka

João Carlos Faria

sábado, 1 de outubro de 2016


Voto , caça niqueis !

A cidade em transito,
eleições !
Democracia ,
liberdade
de expressão !

A vida ,
olhares para fora,
mudanças ?

O que se faz estabelecido !
mudanças ?
Mudanças ?
Andanças
o voto um caça niqueis

Cirandas, canções …
partidos se parte em sua podridão.
A politica tradicional nos
leva ao inferno …
o que se faria um novo …
olhar, sentir , experimentar …
cade nossa ousadia para repensar as farsas
da politica …?
urge em tempos urge se construir
a solidariedade , paz e harmonia …
as urnas não nos dará respostas !
A unidade na diversidade …

A cidade em transito,

eleições !
Democracia ,
liberdade
de expressão !

A vida ,
olhares para fora,
mudanças ?

“ Só a antropofagia nos une”.




Joka

João Carlos Faria