Seguidores

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Quero ensinar a dançar ciranda,
para dar as mãos.


Escrever !
Naufragar,
dentro … caos !

Para que publicar livros ?
Escrever !
Naufragar,
dentro … caos !
viver se faz , urgente .

Primavera ,
quantos ypes em floradas,

rosa, branco !

E quando os primeiros raios
de sol iluminam suas floradas.

Para que publicar livros ?
Se cada poema nasce do acaso e
se desfaz no caos.
Escrever !
Naufragar,
dentro … caos !


Cada dia se faz amanhecido,
o que é a sabedoria de viver.
Nestes dias que nos percebemos
universo.
Quero ensinar a dançar ciranda,
para dar as mãos.

Para que publicar livros ?
Escrever !
Naufragar,
dentro … caos !

Zen eu não , caos ,
a cada dia tento construir a harmonia
perdida.
Mas me redescubro caos.
Quantas versos , quantas dores na jornada
em busca da harmonia.
Eu caos , eu caos , eu caos ...

Joka

João Carlos Faria






Nenhum comentário: