Seguidores

domingo, 7 de agosto de 2016


Caça ao imaginário Pokemon


É noite já quase se foi o domingo,
uma segunda -feira se avizinha
na quase madrugada.

Horas quase mortas e Caetano
invade minha memória,

Poetas sobrevivem em meu
imaginário.

Cancões , poemas !

A tarde no parque a caçar
pokemon.
Raras imagens nas retinas.

Joka

João Carlos Faria


Canções da tarde de inverno

E o já cansado tempo, na falsa
primavera que se avizinha
na tarde de primavera.

Noite Caetano, desenhos
fotos.

Imagens Gabraz Sanna.

Quando em outras vidas
eu sacerdote.
Enquanto estava entre o amor
divino e carnal.

Joka

João Carlos Faria









Caminhar

Primitiva odisseia
na eterna serpente que morde a cauda !
Causas impossíveis,
quando debatíamos o príncipe de Maquiavel.
Em nossa alcova,
senhora insana entre mistérios ..
Caetano incendeia nossa dor.

Joka

João Carlos Faria

Parque Santos Dumont

Não navegar,
sentir a flor.
Enquanto jovens caçam
inimagináveis

Pokemon

Joka

João Carlos Faria

O estranho dia a caça de Pokemon

Viver ,
tarde de domingo,
lago,
Parque,
Voar voar voar ,
a cidade em inverno,
multidão
multidão
multidão
não tenho nada a dizer
além de viver

Joka

João Carlos Faria


Poderia ter registrado em uma cronica a aventura inusitada de ver jovens
a caçar Pokemon no Parque Santos Dumont neste domingo mas
arriscar poemas se faz sensato.
Que razão na desrazão da vida.
São José dos Campos , 7 de Agosto de 2016.


A vida se faz vida em suas inusitadas desventuras. 

Fotos : Gabraz Sanna

Nenhum comentário: