Seguidores

segunda-feira, 18 de julho de 2016


Quase um coam ?

Entre os caminhos percorridos por Anchieta estive sem ler poetas.
Não foi dias como tinha escrito numa cronica.
Mas sentir a areia da praia, respirar o céu que avistava horizontes.
Serra do Mar !
Caminhos de Anchieta ! Quilombos , Tamoios !
Mar, terra e ar …
Longe de toda e qualquer virtualidade para não dizer que nada
escrevi um quase coam !
Aqui em minha escrita inelegível …

Quasar koan !

Se deus sempre existiu.

Então só somos partículas de Deus.
Nos sempre existimos ?
Afinal existimos sempre ?

Joka

E assim caminhei de Caraguatatuba até Ubatuba em busca do
quase perfeito.
Um dia quem sabe moro naquelas praias. Estarei sorridente
diante do mar, céu azul.
E cantar dos pássaros … as grandes cidades já não me dizem
nada.
Quero descobrir os caminhos do cinema sei que ainda dá
tempo. Hoje tenho 47 anos completado ontem 17 de Julho de
2016.
Poucos séculos me resta enquanto faço-me João Carlos
Faria.
Mas somos eternos … E os olhares de Anchieta não
são meus olhares.
Maranduba ! Maranduba ! Maranduba !
Praia que nasceu um poeta.
Eis me alma , corpo sentindo as areias que
viram nascer Domingos Santos.
Não fico sem a poesia de Nydia Bonetti, Cláudio Daniel,
Edu Planchez.
O que vale a internet sem estes e outros poetas !
Quero chegar a um romance, escrever roteiros e
participar de filmes.
Chega de escrever manifestos !
A vida se faz breve.
E as areias das praias se fazem infinita.
Enquanto viver se fizer preciso, compro uma
canoa e a deixo na praia da Cocanha, Caraguatatuba.
Ei de comprar umas terras na Mantiqueira.
Não é vontade de ter e sim ser.
O que o ser humano sem a natureza que
vida lhe dá.
Sem filosofia a vida não vai.
Sem poesia não se vive.
Ter é quimera diante da eternidade afinal
de qual estrela caímos ?
Pithis Sophia !
Pithis Sophia !
Pithis Sophia !
Em quais caminhos anda Samael Aun Weor ?
Um dia nos cruzaremos numa estrada de Ubatuba.

Quasar koan !

Se deus sempre existiu.

Então só somos partículas de Deus.
Nos sempre existimos ?
Afinal existimos sempre ?

Joka

João Carlos Faria

Inverno de 2016
São José dos Campos São Paulo Brasil

Nenhum comentário: