Seguidores

segunda-feira, 16 de maio de 2016


Poemas de dias de cão
Quando deu uma vontade de ler Nydia Bonetti

Ausência

Tem hora que parece que tudo para e
ao longe um cachorro late.
E a morte sempre próxima !
Cansaço !
Lembranças ausentes !
A vida se faz curta,
nada de sonhos realizados.
É como assistir a um filme realista
sem fim.
Tudo se faz tragedia.
Presença

Comedia ir e vir …
A vida se esvai,
ampulhetas
não tenho para ler as poesias
das mulheres de Rubens Jardim

Útero

Tudo torna-se difícil em certos
momentos ..
No horizonte sem montanhas.
Porque deixamos as cavernas ?

Trágica

Viver, trágica comédia
além de mal e bem.
Existir se faz real ?

Fim

O castelo de arei tornou-se ruína,
nem começo nem fim.
Infinito nascer e morrer.
Voltemos ao mar.

Definitiva

Silenciar-se
noite entre ir e vir,
enquanto a noite não
se faz definitiva.
Viver se torna-se desafiador !


Joka

João Carlos Faria

Nenhum comentário: