Seguidores

quarta-feira, 9 de março de 2016


O tempo é um verso inacabado

E o tempo passa,
as revoltas passam.
E a vida se esvai ..
A ampulheta do tempo
esta ai …
E o que fazer diante de nossa
insignificância ?
Cantemos a vida,
dancemos cirandas.
E a musa se faz musa ..
Enquanto o casal se ama,
dançar dançar dançar
cirandas …
O universo … se abre,
o tempo é um verso inacabado.
Quero mergulhar dentro da estrela
nascente e me fazer esperança.
A mulher e o homem no desenho
nos faz amar a vida.

Joka

João Carlos Faria

Nenhum comentário: