Seguidores

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

E arrisco em meu rabisco sem
rascunho ..

Se o poema não fosse poema ?
Outro nomes tivesse !
E a cidade que construímos, e as flores
que nascem em meio ao concreto, finjo
não as ver para não precisar arrancá-las,
A vida vai passando num dia vivo as
quatro estações do ano no meu modo
de sentir o mundo.
Tenho todas as emoções ao sentir
o tempo passar.
Nem sem quem sou !
Ativista, solitário.
E tudo sempre se é nomeado …
Leio tantos poemas ao longo
do dia.
Mas a noite é nossa e deixo Chico
Buarque cantar !
E tudo passa, quando terminar
este poema ao acaso não será
um poema …
Leio vorazmente Nydia Bonetti
sua poesia me faz repensar o
mundo !
E arrisco em meu rabisco sem
rascunho …
A vida não é uma cena nem
um rascunho ela simplesmente
acontece e se faz vida
sem enredo, não é dramática
e nunca será cinema !
E nossa escrita não irá mudar
o mundo.
Talvez nem a nós mesmo.
Mas escrever é a vida.
Sem rascunho, direto sem
meias verdades.
Tudo se esvai na ampulheta
do tempo !

Joka


João Carlos Faria      

Nenhum comentário: