Seguidores

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Greve Geral … Resistência !
  
Estão cortando todos os poucos direitos desta sociedade excludente e violenta na qual somos coniventes. Vivemos em um pais que depois dos 40 anos não se tem empregos. A saúde e a educação é sempre precária para o povo. Se acreditam na Globo News da vida fazer o que né. Qualquer pessoa que vai a manifestação deste tipo sabe que corre risco. Mais a merda é parte da classe média aos domingos indo em suas alienadas e desconfortantes passeatas. Onde qualquer pessoa de vermelho pode ser lixada. Eleições gerais já fora Temer ! Somos um povo banana !
E olha que as informações na Globo News ainda é quente. Bem feito as esquerdas que acharam que
se fazia acordos com as elites a começar pela Carta ao povo Brasileiro. A CUT e centrais sindicais
já não tem moral para conduzir a classe trabalhadora … temos que começar do zero. Boa parte dos partidos políticos de esquerda se renderam as benesses do sistema de mercado. O deus Mercado
e seu liberalismo !
O sistema esta fodendo o povo Brasileiro. Greve geral.
Viva Lamarca Viva Luiz Carlos Prestes !
Liberdade antes tarde do que nunca !
O liberalismo é o lixo da historia.
Devemos criar algo novo além do que esta ai estabelecido nas cartilhas do atraso do que chamamos de esquerda e direita !

Joka

João Carlos Faria

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016


Joka
Que tal uma partida de xadrez com a doce garota chamada morte ?
Ou simplesmente assistir a um filme de Ingmar Bergman.
Em vinte anos .. tudo se esvai na ampulheta do tempo.



Joka
Não sei jogar bola … mas vi Sócrates dançando ciranda antes
de tomar cicuta.
Nos próximos 20 anos conseguiremos nos esconder da morte ?!



Joka
Nós próximos 20 anos. Podeiriamos atravessar o atlântico a nado !
Pois depois deles é a doce ilusão de ousar enganar a morte.


Ampulheta !? Desejos, amores , sonhos, utopias ...
Tudo se esvai ... e não somos ... multidão dentro de nós ...
Deveríamos ser unidade e não diversidade de defeitos.
O sol se esconde por entre nuvens dentro de nós.

20 anos 30 anos 40 anos .... meras lembranças de não existir.


Joka


joão carlos faria


Joka
Que tal uma partida de xadrez com a doce garota chamada morte ?
Ou simplesmente assistir a um filme Ingmar Bergman.
Em vinte anos .. tudo se esvai na ampulheta do tempo.
Joka
Não sei jogar bola … mas vi Sócrates dançando ciranda antes
de tomar cicuta.
Nos próximos 20 anos conseguiremos nos esconder da morte ?!
Joka
Nós próximos 20 anos. Podeiriamos atravessar o atlântico a nado !
Pois depois deles é a doce ilusão de ousar enganar a morte.

terça-feira, 13 de dezembro de 2016



Panis et circenses

Em memoria a Reginaldo Poeta Gomes, Edu Gair, Harley Campos, Stepan Maurer Neto.

Marco Polo esta série me fez pesquisar sobre taoismo !
E quais são os caminhos e os segredos da vida, nestes dias de verão onde as noites quentes nos faz
refletir sobre os sete pecados capitais ?
Ser não ser ! Um monge taoista Cem Olhos personagem desta série que ganhou um especial. Leituras de Pisthis Sophia que conta a tragetoria de Jesus O Cristo após sua ressurreição. Entre o nascer e o morrer sempre estamos aqui ? Eu sempre naveguei como qualquer ocidental entre o
materialismo e o espiritual. Gnose, filosofias, livros, series, sexo !
Isto tudo é vida ?!
Alma , matéria, espaço. Serie Cosmos de Carl Segan. E hoje vemos uma geração amoral que acha
que tudo é permitido. Fiz e faço parte deste caos. Fui editor do LITTER jornal que editávamos nos anos 90 que tinha sexo, morte e esoterismo dentro da poesia.
Trouxemos para a cidade Jorge Mautner, Cláudio Willer via os contatos de Edu Planchez e sua influencia da geração Beat. E hoje vemos uma geração inteira que se torna impossível onde não se há limite para nada. Que frutos somos do seculo vinte !
Este caos cria e destrói como o criador do universo ! O livro Demian de Hermann Hesse nos fala de gnose através de seus personagem. E a velha moral burguesa da sala de jantar de Panis et circenses
dos mutantes musica de Gilberto Gil e Caetano Veloso ?! … sei la !
Conheci gnose na Praça Afonso Pena via Solfidone, Stepan, Beth as obras de Samael Aun Weor.
A vida entre ir e vir em seus abismos ! Tauismo, Net Flix, Marco Polo, Sem Olhos, Guerras nas Estrelas bem e mal . Estamos no universo. Tentando criar versos enquanto Gaia dança e cria !
Eu em meditações. Cercado de insetos. Franz Kafka quando li achei que poderia ir além ?
Ja achei o mesmo sobre Raul Seixas e vivo na minha mediocridade de autor irreconhecível e anonimo. Meditar eis o caminho. Descobrir-se quantas vidas são necessárias ?
Não tenho resposta. E encerro ou quase encerro meu ano de escritor … não tenho um desktop para
onde eu vou ? Ja não sei registrar minhas ideias com caneta e cadernos … Talvez eu volte em 2017.
Agora só nos limites das redes sociais ao balançar de uma rede …
A vida é bela entre flores, espinhos e o amor que ainda não se materializou na eterna luta entre mal
e bem … Entrementes … cercados de livros , prosa e sonhos …
Estarei quase desconectado … vendo o mundo e tentando mergulhar dentro de mim para em meu abismo encontrar luz !
Vivo ! Morto ! Desperta João Carlos Faria … Joka fiat lux. o amor lava a alma … Valeu Léo Mandi por musicar este poema … Que Reginaldo Poeta Gomes lançou num livreto no Poesia no Prato.
Este poema não saiu no Livro Retina por simples incapacidade técnica. Mas o poema tem vida
por si mesmo minha única experiencia na poesia concreta …
A vida é leve … E sairemos deste caos …
Este poema esteve numa avenida .. nas ruas … poemas tem vida própria. E é musica. E a poesia não tem preço meu caro Ferreira Gullar.

Joka

João Carlos Faria

domingo, 11 de dezembro de 2016






http://entrementes.com.br/2016/12/laboratorio-de-ciencias-poeticas-o-lcp/


Laboratório de Ciências Poéticas – o LCP

Nessa sexta-feira, 9 de dezembro, alguns dos colunistas do Portal Entrementes estiveram juntos, tomando um café com quitutes, regado a música e um bate papo pra lá de bom.
Ligados estamos todos que fazem parte desse grupo que escreve porque gosta, lê porque gosta…e gosta de papear tomando um bom café… entrementes, todas as outras mentes do Portal, estão conectadas nesse momento.

 Elizabeth de Souza

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016










Outros tempos anos 70

Sei la !
Ultraman ou Ultrasevem ?
Seja qual for … E infância,
tomava -se coca cola sem crise.
Comia se lanches americanizados.
E assistia - se series da guerra fria.
Túnel do tempo,
James West .. nem sabia
deste papo de poesia.
Caetano, Chico nas rádios …
Secos e Molhados ..
Jornal Nacional era informação de primeira,
Escola Marechal Rondom.
Revistas em quadrinhos das mais diversas.
Velhos contos …
A vida em parques de diversão e circos.
Rodoviária Nova, Jardim Paulista.
Minas de águas na linha velha.
O centro da cidade era um enorme parque de diversão.
Pegue pague … lojas americanas …
Cine Palácio filmes dos trapalhões …
E tudo isto escrevi porque um amigo publicou
uma foto estranha do ultraman ou ultraseven !
Com um dedo bem estranho.
E tudo passa em uma enorme roda gigante.
Epa e ainda acho que não sabemos escrever
roteiros ?!

Joka

João Carlos Faria

PS : Foto publicada por Juliano Maurer

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Joka
A alma é livre ela não pertence a este caos !

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Caos ! ?

Sairemos vivos deste caos?!

Estamos vivendo em um caos e não o Kaos criativo de Jorge Mautner.

Estamos mal ! E continuaremos mal. Este caos e fruto de nossa ausência de cidadania. Não sabemos nos articular. Vivemos chorando nas redes sociais nosso muro de lamentações
E conchavos continuam sendo feitos Brasil afora! O PT é um imenso bode expiatório. Querem lula queimado numa fogueira da inquisição.
Só as ruas e o caminho ! Como diria Cazuza vamos as ruas. Ou continuaremos mortos vivos ?

Sairemos vivos deste caos?!

Direita e esquerda são ideologias mortas. Quem ousa pensar fora destas linhas de pensamento ! ?

Estamos vivendo em um caos e não o Kaos criativo de Jorge Mautner.

Sairemos vivos deste caos?!

Joka

João Carlos Faria

terça-feira, 6 de dezembro de 2016


Quer pagar quanto ?

Afinal quem vai se aposentar ? Se neste pais não se arruma emprego
depois dos 40 ?
O setor publico vai empregar todo mundo ?
O barco já afundou … A economia precisa reagir para todos terem seu carne nas casas Bahia !
Quer pagar quanto ?
Nos elegemos estes deputados, senadores e presidentes.
Nos mantemos estas “ corjas “ no poder .
Podem protestar a vontade o jogo politico não muda.
As “ articulações nefastas “ continuam do mesmo jeito.
Confiram nossas caras de palhaços esbravejando nas redes sociais.
O povo é sempre ludibriado e enrolado por suas elites.

Joka

João Carlos Faria

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016


O parlamento brasileiro em 2018. Será renovado tanto pela direita quanto pela esquerda. Com cidadãos que tenham compromissos éticos. Está crise está mudando a visão política do povo brasileiro. Vamos as ruas mudar está nação.
Feliz 2018 !
Enquanto isto de Allen Ginsberg “ Senhoras levantem suas saias vamos atravessar o inferno “

Joka


Poema de Claudio Daniel  

LITTER maio de 1997

 

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016


Civilização apodrecida no lodo do mercado, para
que servem bibliotecas ?

Redes sociais o lixo escorre pelas bocas sedentas de desejo.
Chorumes de lixo,
Esbravejam -se em ódios sem sentido.
Ja nem sabe o que dizem só o prazer de vomitar palavras
sem sentido.
Leio Dailor Varella em bibliotecas em chamas.
Biblioteca esquecidas … sem vidas …
tantos livros de escritores locais perdidos em vitrines
sem leitura … E jaz la meu “ Retina “ sem olhar
sem leitor.
Todos nós já mortos ?
Em vida …
Vejo a presença de Edu Gair na rua XV de novembro.
Um portal meio desajeitado no banhado.
Vidas decadentes .. enquanto o Brasil vomita sua
imcoprensão nas redes sociais !
Quem vota ?
Quem elege aquela gente ?
Injustiças na hora do almoço.
Maltrapilhos indigentes banham – se nas bibliotecas
brasileiras …
Pássaros fúnebres diante de nós.
O saber ali jogado as traças !
Jornais com velhas noticias …
Enquanto nos deliciamos em nossos celulares inteligentes.
A boçalidade da desinformação.
Enquanto nas escolas se aprende que não se aprende.
Nada sabemos da arte da guerra …
Civilização apodrecida no lodo do mercado, para
que servem bibliotecas ?
Jack Keruac se faz presença dança valsa na
noite de Nova Yorque.
Calígula, Nero incendeiam bibliotecas …
A de Alexandria queimada …
As bibliotecas brasileiras as moscas !
E o vazio das redes sóciais no vomito diário
e bossais. Nada temos a dizer … fiquemos
em silencio.
Redes sociais o lixo escorre pelas bocas sedentas de desejo.
Chorumes de lixo,
Esbravejam -se em ódios sem sentido.
Nada temos a dizer … fiquemos
em silencio.

Joka

João Carlos Faria

terça-feira, 29 de novembro de 2016


Brasilia e suas baratas voadoras

Inspirado num poema de Paulo Roxo Barja

Insetos desgovernam ..

mídia alienante !
Uns contra todos se faz
diversidade

lava -se a alma ,
lama
lama
lama
Lava jato !

Gritos nas ruas
lama
lama
lama

o caos é cade a harmônia ?
Nesta desordem e retrocessos ?
Lava a jato !

Joka

João Carlos Faria

segunda-feira, 28 de novembro de 2016


Para além da saia masculina. Eu não me sinto a vontade neste estereotipo masculino. O universo masculino é bem maior que esta mediocridade que temos que nos enquadrar.
Por toda nossas vidas ! A contra – cultura sempre deu alguma colaboração. Mas devemos sempre
ir adiante as vanguardas não estão mortas !

Joka

domingo, 27 de novembro de 2016


Sem nenhum medo de fascistas !

Fidel é Fidel .. palmeiras e futebol. E Roma fazia a junção de política e esporte. Acabei dê republicar um belo poema de Jorge de lima.
Aqui no face e sobre Roma tem uma serie muito boa na netflix !
Mais estou no meio de guerras nas estrelas !
Mais que seja nas estrelas. Já Brasília é uma interrogação afinal quem esta comandando o Brasil ?
Somos uma nau em um banco de areia e não vemos terras.
Mas nunca antes na historia deste pais se debateu tanto politica.
Não vamos temer os fascistas !
E viva o legado de Jorge de Lima.
A poesia muda nosso coração.

Joka

João Carlos Faria


Poema de Jorge de Lima

 
Canto I - Fundação da Ilha
I
Um barão assinalado
sem brasão, sem gume e fama
cumpre apenas o seu fado:
amar, louvar sua dama,
dia e noite navegar,
que é de aquém e de além-mar
a ilha que busca e amor que ama.

Nobre apenas de memórias,
vai lembrado de seus dias,
dias que são histórias,
histórias que são porfias
de passados e futuros,
naufrágios e outros apuros,
descobertas e alegrias.
Alegrias descobertas
ou mesmo achadas, lá vão
a todas as naus alertas
de vária mastreação,
mastros que apontam caminhos
a países de outros vinhos.
Esta é a ébria embarcação.
Barão ébrio, mas barão,
de manchas condecorado;
entre o mar, o céu e o chão
fala sem ser escutado
a peixes, homens e aves,
bocas e bicos, com chaves,
e ele sem chaves na mão.

- Jorge de Lima, em "Invenção de Orfeu". Rio de Janeiro: Record, 2005, p. 27. 

http://www.elfikurten.com.br/2014/03/jorge-de-lima.html

https://www.youtube.com/watch?v=WnYmJ-Zt-1k


Caso de pouso de disco voador em escola. 62 crianças de várias raças e etnia brincavam no parquinho da Escola Ariel na pequena comunidade agrícola de Ruwa, Zimbábue. Os estudantes, com idades variando entre 5 e 12 anos, descreveram e desenharam o mesmo cenário: uma frota de UFOs, um dos quais desceu ao solo próximo à escola e dois “pequenos homens cinzas, com pescoços finos e grandes olhos” que alertaram uma criança sobre cuidados com o planeta.



Escola Ariel contato extra terrestre

Ontem 26 de Novembro de 2016 assisti a palestra de Pedro de Campos
no V encontro de Ufologia em São José dos Campos onde falou do “ Caso Escola Ariel “
Na Africa em 1994 onde três discos voadores pousaram e falaram com as
crianças sem a presença de adultos. Não tinha ouvido falar deste caso. Eu desconhecia este
caso da ufologia sempre fui leitor da Revista UFO e conheço este assunto desde a infância
também com as leituras da revista Planeta anos 70,80,90.
Para mim as palestras nem sempre trazem tantas novidades assim como o Caso Varginha
e outros clássicos.
Mas este contato na escola Ariel na Africa foi de uma poesia que não dá para ficar em silencio.
É um dos casos em que fiquei emocionado. Auditório lotado palestra anterior de Mauro Baere
com velhos temas.
Mas esta palestra de Pedro foi algo novo para mim. Nunca avistei nada nunca tive este êxtase !
Mas sempre debatemos entre amigos. Que bom estes encontros de Ufologia este grupo
vem somar ao Mota. E suas palestra.
Nunca participei de uma vigília deve ser legal. Um dos palestras falou de um avistamento
na Praia da Fazenda em Ubatuba.
Conheço algumas pessoas que voltando do Sul de Minas Gerais próximo a Santo Antônio do
Pinhal avistaram luzes.
Mas nunca vi nada. Embora que meu coração diga que exista vida assim falava Giordano
Bruno que quase ganhou uma estatua em São José dos Campos.
Enfim só isto tenho a relatar do belo encontro de sábado.
Eles vivem se encontrando o próximo e no fim de janeiro na Vista Verde.
Quem sabe estarei lá.
Este tema merece um documentário sobre as experiencias acontecidas no Vale do Paraíba.

Joka

João Carlos Faria


Geu19demaio.blogspot.com.br


Escola Ariel


Sol, tarde !
Liberdade … canções de Elis Regina.
Vida ,
Afinal quem somos neste universo um ponto matemático.
Eu existo ainda mero fantasma mas existo.

A tarde se anuncia de verão.
A vida ilusões …
E nada de carona numa nave espacial …
Vontade de andar pelos parques da cidade …
Escrever sobre a Escola Ariel onde a mensagem
dos extra terrestres para as crianças é estamos
acabando com o meio ambiente.

Segundos podem nos tirar desta vida.
Segundos podem explodir o amor entre
mulher e homem …

E a energia sublime de um tantra !
Vida em explosão ..

Sol quase tarde Domingo.
Tudo passa não a fé , esperança
no ser humano.

Viver , nascer , morrer estamos no
universo … a diversos versos …

E Deus canta dentro de nós … Deus mulher , homem …
Além de mal e bem …

Vou sempre sorrindo e cantando mesmo que medos tentem
tomar meu coração.
Sejamos guerreiros para combater o bom combate !
Que o Cristo nasça dentro de nós.

Sol, tarde !
Liberdade … canções de Elis Regina.
Vida,

Joka

João Carlos Faria

Ontem 26 de Novembro de 2016 assisti a palestra de Pedro de Campos
no V encontro de Ufologia onde falou do “ Caso Escola Ariel “
Na Africa em 1994 onde três discos voadores pousaram e falaram com as
crianças sem a presença de adultos. Não tinha ouvido falar deste caso.





Irei ao sul dentro de mim. Caminhar pelas terras gauchas que estão gravadas em meu coração. Embora nunca pisei em Porto Alegre mas o universo nos reserva inúmeras possibilidades.

sábado, 26 de novembro de 2016


Saudemos Fidel

Não existe regimes políticos perfeitos nem a democracia é o melhor de todos os regimes .
Precisamos de utopia e pensar novas possibilidades econômicas e sociais.
Fidel Castro deixa nos. Mas seu legado continuará … antes da revolução Cuba era um
prostíbulo americano.
Que teoria econômica avança sobre o marxismo ?
Este neo liberalismo que nos transforma em meros consumidores ?
Viva Fidel Castro …
Pensamos e devemos agir além desta meras ideias socialistas e capitalista … o novo
urge e ainda não se fez presente na pratica politica.
Queremos liberdade ou esta barbárie do individualismo !

Joka

João Carlos Faria

domingo, 20 de novembro de 2016










O Dia do Homem


Cade os senhores feudais ? Cade os gladiadores romanos ?
Cade o homem forte ?
Eita nesta “ mudernidade “ o homem é com ou sem h !
Qual é o seu papel nestes dias que Roma não se faz presente.
E o patriarcado não se faz o centro ?
Onde estão os mitos masculinos como Clark Gable ?
Cade as ousadias dos soldados romanos com suas saias
e forças.
Aqueles que lutavam no coliseu de Roma.
Ou os homens que conquistaram as Américas.
Força , garra ousadia !
Agora o homem quase feminino nestes dias de se debater
gênero.
Cordialidade , cavalheirismo.
O homem Laerte Coutinho.
O homem com h é muito homem como nas canções.
Gravata , paleto.
O homem que chegou a lua em um paço que mudou a
humanidade.
O amor conquista o homem e a igualdade entre
gêneros nos faz outros.
Crise de indenidade !
Saias masculinas, vestidos … que homem é este !
Os metra sexuais David Becham.
Super – homem a canção de Gilberto Gil.
Que o amor supere a dor. Que a força masculina seja construção
e harmonia.
Masculino e Feminino seja equilíbrio que gere amor !
E na junção de macho e fêmea nasçam Deuses !
O patriarcado esteve ou esta ai ? A um tempo incontável.
Quantos mulheres e homens morrerão para restabelecer a
verdade.
Giordano Bruno, Sócrates.
Jesus o Cristo.
Lista longa de mártires.
Que o amor nos una fêmea e macho.
Para que a harmonia se estabeleça na humanidade ferida.
Cicatrizes de desavenças e desamor.

Joka

João Carlos Faria

Nos tempos da Irmandade Neo Filosófica pensávamos em fazer uma ação neste
dia que não foi feita.
Grupo de poetas , artistas de São José dos Campos. Que existiu até 2002.
Foram feitas inúmeras performances e ações esquecidas pelo senhor tempo.


Pesquisa :

O Dia do Homem é um evento celebrado em 19 de Novembro de cada ano. As comemorações foram iniciadas em 1999 pelo Dr. Jerome Teelucksingh em Trinidad e Tobago, apoiadas pela Organização das Nações Unidas (ONU)[1], e vários grupos de defesa dos direitos masculinos da América do Norte, Europa, África e Ásia. No Brasil, desde 1992, o Dia do Homem, embora seja uma data pouco divulgada e sem comemorações ou feriados, é comemorado no dia 15 de julho, por iniciativa da Ordem Nacional dos Escritores. Um dos co-fundadores, Edson Marques, pretende que se altere o nome para Dia + Noite do Homem Livre. Comparado ao Dia Internacional da Mulher, tem uma menor repercussão na sua data.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_Internacional_do_Homem

Domingo
Rabisca -se linhas nestes dias de mistérios !
Quantas transformações e já não somos.
Vida que se faz breve.
Canções de borboletas na cidade de palavras.
Cantar, viver o Sol se faz primavera.
Cantemos a vida. Dias deste pousará um índio num
disco voador e Caetano será profeta.

Joka

sexta-feira, 18 de novembro de 2016


Que rumos a vida não toma !

Meu signo é caranguejo “ câncer “ e a vida sempre se passando
de boba e vai passando.
Um passarinho caiu do ninho numa escola. E as escolas não
são todas iguais. leio poemas de Dylam Thomas.
E vem a vontade de escrever.
Quase sai para ver a cidade … mas ainda não me decidi.
Que rumos a vida não toma. A sorte se esconde em alguma
esquina. Ou fazemos nossa sorte ?
Não tenho nenhuma carta de taro para tirar aqui para mim
mesmo.
E os poemas de Dylan Thomas são poemas incendiários.
A vida é um navegar em águas calmas e turbulentas.
Para que tanta tecnologia se estamos sós ?
Para que tanta pedagogia se a educação se faz a mesma?
Estamos falidos nestes dias que ex governadores são
presos.
Nem tenho vontade de escrever meus atentados políticos
eles nada resolvem.
Quero o meu profundo silencio. Gosto de politica mas,
nada mais de ser militante de causas sabidas perdidas.
Dar poder a corjas de corruptos.
Nosso voto não incendeia nosso voto é bem corpotado nosso voto é comodismo.
Nosso voto nunca é revolucionário.
Nossa indiguinação nada muda o mundo silencio-me ao
ler poemas.
Delicio-me lendo PITHIS SOPHIA.
Sei que sou mero cidadão comum. Mudar o mundo
sem ser Raimundo !
Não somos livres. Temos celulares inteligentes, tantas informações
nos desinformas quero voltar a Dylam Thomas enviado
por Edu Planchez numa garrafa numa rede social.
Existir a que se destina ?
Faz frio nestes trópicos. Conversas aconchegantes em salas
de professores.
Alunos tentam incendiar o planeta dentro da sala de aula.
Decididamente nada muda e estamos algemados na doce ilusão
de nos achar sábios.

Joka

João Carlos Faria


quinta-feira, 17 de novembro de 2016


Por onde anda o coração

Nos tempos em que o poeta criava o Eclesiastes eu via o poeta
e Deus caminhando lado a lado.
Via Deus no fogo … na água em qualquer lugar.
E onde anda Deus nos dias de hoje ?
Ele se esconde onde ?
Quantas vezes olhamos para o céu ao longo do dia ? Preferimos
brincar com os novos espelhinhos estes pequenos aparelhos
que contem um universo quase vazio. Vazio de alma.
Quiça fossemos sábios e inteligentes .. ai não ficaríamos brincando
de espelhinhos como quando demos os primeiros passos na América !
Quantos seculos se passaram só muda os espelhinhos.
Quantas velas devemos acender para Deus ? E não vemos Deus em
tudo que nos cerca ?
Quero andar de canoa daquela contada num poema de Ricola !
Mergulhar profundamente no rio. E acender fogueiras a margem
do rio.
Quero andar por ai .. Caminhar a beira do Atlântico Oceano como
Anchieta.
Descobrir novas línguas, dialetos.
Eita para que tantos espelhinhos esta “ mudernidade “ consome
nosso tempo e a areia escorre pela ampulheta.
Cade Deus ? Por onde anda ?
Certamente não esta dentro destes espelhinhos que nosso narcisismo
insiste em olhar.
Eu não vi. Não vi … devo deixar estes espelhinhos em algum canto
de reciclagem e seguir minha jornada dentro de mim.
Nos tempos em que o poeta criava o Eclesiastes eu via o poeta
e Deus caminhando lado a lado.
Hoje já não vejo, só espelho. E ai Caetano não sendo Deus espelho
é feio ?

Joka

João Carlos Faria


domingo, 13 de novembro de 2016


Invenção

Naufrago na tarde !
Chuva. Vida navego dentro
de meu coração.

A vida se esvai mas somos
eternos … Este corpo e uma
vestidura.

Desejo dançar ciranda.
Madrugada a dentro.

Minha alma ainda desarmada
de amor.

Naufrago na tarde !
Cade o canto de Iara ?

Sonhos em vida, vida sonhos.

Naufrago na tarde cinza.

Nossa jornada é sonho.
Ainda estamos adormecidos na
nevoa da ilusão.

Vida quase leve , quase livre.
Temos um universo dentro
de nós para ser conquistado.
A morte é uma invenção.

Desejo dançar ciranda.
Madrugada a dentro.
Mas sem você não existo mera
sombra em busca de luz.

Joka

João Carlos Faria

Do livro o Canto de Íara

sábado, 12 de novembro de 2016


Video

https://www.youtube.com/edit?o=U&video_id=FUNcdNS6BPY


Ensaio a luz de velas !

Faça se a luz. Quando atravessávamos desertos. Não éramos despertos. Eis Deus dentro de nós. Quando voltaremos as estrelas ?
Viver nestes dias de ilusões tecnológicas não nos faz humanos. Cade a luz. Prometeu porque tanta dor ?
Saber que nosso tempo se esvai é mistério. Estamos aqui a uma eternidade. E a luz, voltou e a vida continua. Tudo meras ilusões. Não existimos diante da eternidades. Borboleta naufraga !
A vida se esvai só o amor continuará.
E a luz se apagou. mistérios a vida se esvai ter não faz ser. Vamos acender velas em nossa memória em breve seremos meras lembrança de nós mesmos. Memória.
E a energia virou pirilampo. Navego nas águas da mantiqueira. Acendendo velas.
E a luz voltou e Cazuza se faz presente … Primavera, energia , luz. Vida o ar se purifica.
Quero desbravar lugares da Mantiqueira. Navegar no Rio Paraíba.
É noite é uma chuva interrompeu a luz.
Criar usando um celular inteligente se repetir nas profundas águas de nosso ser.
Eis a gramatica de cada dia. Pão amassado pelo diabo. Um trovão ao longe. De fato existimos ?
E a chuva de verão muda nossa eterna rotina sem lenço e nem documento Caetano canta.



Joka
João Carlos Faria

sexta-feira, 11 de novembro de 2016


Ensaio a luz de velas !

Faça se a luz. Quando atravessávamos desertos. Não éramos despertos. Eis Deus dentro de nós. Quando voltaremos as estrelas ?
Viver nestes dias de ilusões tecnológicas não nos faz humanos. Cade a luz. Prometeu porque tanta dor ?
Saber que nosso tempo se esvai é mistério. Estamos aqui a uma eternidade. E a luz, voltou e a vida continua. Tudo meras ilusões. Não existimos diante da eternidades. Borboleta naufraga !
A vida se esvai só o amor continuará.
E a luz se apagou. mistérios a vida se esvai ter não faz ser. Vamos acender velas em nossa memória em breve seremos meras lembrança de nós mesmos. Memória.
E a energia virou pirilampo. Navego nas águas da mantiqueira. Acendendo velas.
E a luz voltou e Cazuza se faz presente … Primavera, energia , luz. Vida o ar se purifica.
Quero desbravar lugares da Mantiqueira. Navegar no Rio Paraíba.
É noite é uma chuva interrompeu a luz.
Criar usando um celular inteligente se repetir nas profundas águas de nosso ser.
Eis a gramatica de cada dia. Pão amassado pelo diabo. Um trovão ao longe. De fato existimos ?
E a chuva de verão muda nossa eterna rotina sem lenço e nem documento Caetano canta.


Joka
João Carlos Faria

quinta-feira, 10 de novembro de 2016


Balada dos loucos

Que resposta podemos ter das urnas ?
Em conversa com um amigo , falamos nas
possibilidades ?
Que mundo é este ?
E a esquerda não consegue dar respostas para
os problemas ?
Desemprego, guerras e a vida segue !
Cade lideranças inteligentes e ousadas ? A esquerda
esta se repensando ?
O “ poder “ que frita o povo não serve de nada.
Como era a Alemanha, Itália dos anos 30 ?
Como era a Rússia dos anos 30 ?
Que mundo é este onde só a barbárie se fortalece ?
Que homens bons podem se juntar quando o individualismo
prospera ?
Ou aprendemos a viver a solidariedade e o amor ao
próximo ou o ódio nos levara a ruína !
Joka

João Carlos Faria

https://www.youtube.com/watch?v=bgsJtfE8DmY

domingo, 6 de novembro de 2016








http://virgula.uol.com.br/modaebeleza/blogueira-canadense-cria-uma-maquiagem-para-cada-signo-do-zodiaco/#img=2&galleryId=1160755



A arte que nos transforma

Moda para mim é arte ! Acabei de ver no uol uma bloguieira canadense que criou maquiagem
a partir dos signos.
É bem original. Imaginem o raciocínio de um estilista que pode criar a partir dos corpos masculinos e femininos uma infinita maneiras de se vestir das peças intimas de ambos os
sexos , sapatos , calças , vestidos , camisetas.
A imaginação é ilimitada . Pena que não sei desenhar para criar. E criar sempre é a partir de nossas
realidades, gênero , cultura. Formação religiosa. Educação formal.
Como somos únicos e esta artista Setareh Hossein em seus stagran nos dá inúmeras possibilidades imaginem o mesmo para homens.
A vida é sempre curta e nossas possibilidade é infinita para os caminhos da vida. Não sou tão empreendedor assim como gostaria de ser.
Quem sabe ainda chego lá. Imaginem um espaço de arte, cultura e empreendedorismo que gere
uma renda própria sem depender de governos e instituições para se manter.
Para lançar a comunidade a sua volta nas possibilidades de cooperar, compartilhar e crescer.
E a internet vem nos dando estas possibilidades para o bem e para o mal.
Ver artistas assim nos inspiram. Podemos criar novas formas democráticas, sociais e econômicas para vivermos e deixarmos de sobreviver. Hoje no geral só sobrevivemos no caos das grandes e medias cidades do mundo.
Ontem vi um documentário sobre as marginais do Rio Tiete ainda devemos salvar este rio.
Enfim para mim tudo se mistura neste século vinte e um. Onde estamos na encruzilhada entre ter, saber , criar e salvar a humanidade. Pois o planeta Terra, Gaia viveria muito bem sem nós ?
Nas redes sociais a uma briga ideológica uns contra todos. Prefiro aproveitar um pouco de cade
teoria econômica. Do socialismo, anarquismo ao liberalismo.
Tudo é criação. As religiões e filosofias estão ai.
A partir dos signos Setarch Hossen criou possibilidades de maquiagem e neste escrito tento as
possibilidade de nós seres humanos nos expandirmos com equilíbrio ecológico de mãe Gaia.
Meditar, refletir, praticar manstrans nos ajuda. Mas boas conversas numa montanha, cachoeira
ou em fogão de lenha pode nos ajudar.
Faz tempo que não vou a Site Vale de Paulinho para ter inspiração com suas ideias.
A vida esta ai para viver com arte, fé e criatividade.


Joka

João Carlos Faria

quinta-feira, 3 de novembro de 2016


O descuido com as letras e o pensamento

Fui diversas vezes na “ Biblioteca Cassiano Ricardo “ procurar uma revista lançada
lá com poetas da cidade.
Como uma biblioteca importante da cidade é tão mal gerida nas gestões do PSDB e agora
terminando a gestão do PT.
Uma biblioteca sucateada, com poucos títulos de jornais e revista com poucos jornais.
Reconheço o esforço das gestoras que por lá passaram mas e o descuido da classe
politica ?
Vereadores , prefeitos das gestões PSDB, PT ?
E da “ comunidade “ artística e cultural da cidade que deixa esta biblioteca as “ moscas “
sem nenhuma campanha ou manifestação.
Espero que um dia a cidade acorde e reveja a importância desta biblioteca no coração
da cidade.
Uma cidade com tantas faculdades e sua biblioteca não abre aos domingos e feriados
não tem horário até as 22 horas.
E não consegue ser um ponto de junção de gente que gosta de arte e cultura.
Não tem um café onde as pessoas possam trocar opiniões e as diversas administração
que passam pela cidade falam em modernizar o centro.
Parece algo proposital o descuido com o lugar onde busca-se reflexão e ação.
Ela é sempre jogada da Fundação Cultural Cassiano Ricardo para a Secretaria de Educação.
Porque uma cidade como esta não tem uma secretaria que coordene as ações
da FCCR, Secretaria de Educação, Esporte numa junção de recursos humanos
e equipamentos ?
Como diria o filosofo “ mente sã e corpo sã.
Cabe a cidade se refletir.

Joka

João Carlos Faria

Criar eis o verbo … ação reação …


Parque da Cidade ! Arvores no meio do caminho, a cidade
sempre inusitada.
Eu nestes dias só vendo séries. Hoje li algumas coisas. Como
é difícil fazer render o tempo para leituras … mas as vezes
chegamos lá e alcançamos este objetivos.
A cidade sempre fatal … nada como ouvir Velvet Undeground letras,
palavras … e nada acontece ! E tudo acontece …
Poemas a serem lidos. Criar eis o verbo … ação reação …
palavras tenho refletido muito a vida e vivendo ela fora bem
fora das redes sociais …

Caminhar,
sentir viver !

Umas cordas , guitarras , ciranda, viadutos
que atravessam a linha do trem …
Santana,
centro !

Eu vivo a cidade , respiro a ferocidade da cidade,

chaminés, incendeiam nossos ares …

Um dragão em forma de nuvem !

Por onde caminhar ? Mercadão , pasteis, caldo de cana.

Leituras numa biblioteca devastada pelo tempo, mal
cuidada sem títulos sem vida …
Távola redonda foi um poema
perdido em algum canto desta biblioteca,

hoje sem almas delinquentes,
nada de revoluções. Sem provocações.
Cidade zumbi , em seus celulares .

A morte se apossou de nossas almas , sobreviver não é viver .
Quem ousa ser outsider nestes dias fast food !

Vida, quase breve vida …
A cidade iguala-se .
Resistência nenhuma só existe poetas oficiais do stablishment.
Artistas de cartão de ponto em instituições fracassadas …
Eis qualquer cidade no Brasil …

Arte para que ?

Artistas almofadinhas e consumidores de coca – cola , lanches
de redes fast food …
A cidade adormece, dorme.
O sono da alienação.

Não temos resistência. Caminho por ela em buscas de almas
corsárias. E só vejo zumbis em pleno dia. Defuntos em
vida.


Joka

João Carlos Faria

São José dos Campos São Paulo Brasil dia 3 de Novembro de 2016.

Biblioteca referida no texto “ Cassiano Ricardo “ 

https://www.youtube.com/watch?v=6xcwt9mSbYE

quarta-feira, 26 de outubro de 2016


O novíssimo testamento

Depois de O evangelho segundo Jesus Cristo de Saramago este filme O novíssimo testamento de
É religiosidade profunda fora das convenções de templos, pastores, padres … E por que devemos
ter estes intermediários ?
Já basta professores …
A liberdade é uma conquista diária e árdua do indivíduo do ser humano independente de gêneros, raça , grana e tudo o mais e algemas que nos prendem ... eu ainda não aprendi a ganhar dinheiro seu Raul Seixas mas chego lá.
Continuando o cinema é invenção achar um filme deste ao acaso pode mudar nossa forma de ver o
mundo. E não da para deixar de escrever . As vezes é difícil achar alguém para uma indagação filosófica desta envergadura.
Tenho assistido inúmeros filmes mas ontem depois de um dia de trabalho prazeroso porem cansativo nada como mergulhar em um filme deste achado por acaso no Tele Cine !
E o acaso nos revela grandes obras como livros do Saramago. Eu gostaria de saber como seria
um roteiro de minha autoria nem sei se chego lá , mas não custa tentar. Arte , filosofia nos da
sentido a vida quase sem sentido.
Conquistar mas para que conquistar ?
Mercadorias , roupas, carros e a vida se esvai na ampulheta … Alunos me perguntaram numa
aula para onde iria depois da morte sem pestanejar inferno. E o que é o céu ?
Quando criança com uma família evangélica que convivia ouvi um disco do apocalipse e o medo bateu ! Já estive no inferno em sonhos rápidos e digo que não é bem agradável nem cheio de luxurias e bem doloroso.
Mas que filme que conseguiu salva minha noite. Estas noites quentes de primavera com algumas
chuvas. E eu com a vontade de tomar sorvete e não arrisco minha sinusite e sempre presente
é Titas o sorvete me deixou gripado pelo resto da vida … eu gostaria de ter prazer de ler de noite
não consigo. Leituras faço de dia ainda aprendo.
A vida é poesia entre céu e inferno e o meio mas que meio é este ?
Dor, amor , desejo, sexo , luxuria quando estaremos livres de tudo ?
Cantemos a vida … como um poema de Glauco Matoso que fala de sua experiencia em um consultório de dentista … E alguns poetas quase amigos dão seus gritos de dor no facebook
só observo a fraqueza humana já tenho as minhas.
E um filme deste me comove ! Me causa alegria e da uma vontade de sair por ai sem destino.
Quem sabe um dia chego a um roteiro deste. E aquele diabo de Saramago no evangelho Segundo
Jesus Cristo ? Que lindo chega nadando …
A vida é leve a chuva de primavera caie torrencialmente … e minha garganta estando boa
vou atrás de alguma cachoeira perdida no Serra da Mantiqueira.
Assistam ao fime vale a pena … Nossa alma é pequena ? Por onde anda Fernando Pessoa ?


Joka

João Carlos Faria


O novíssimo testamento

Depois de O evangelho segundo Jesus Cristo de Saramago este filme O novíssimo testamento de
 Jaco van Dormael.
É religiosidade profunda fora das convenções de templos, pastores, padres … E por que devemos
ter estes intermediários ?
Já basta professores …
A liberdade é uma conquista diária e árdua do indivíduo do ser humano independente de gêneros, raça , grana e tudo o mais e algemas que nos prendem ...  eu ainda não aprendi a ganhar  dinheiro seu Raul Seixas mas chego lá.

Joka

João Carlos Faria 

 http://www.adorocinema.com/filmes/filme-222641/

terça-feira, 25 de outubro de 2016









Easy Rider

Nos muros das redes sociais tem forcas para todos os desgostos …
Nos muros das redes sociais a liberdade é uma moça que anda sem destino nenhum.

Joka

João Carlos Faria