Seguidores

sábado, 15 de agosto de 2015

Ela desapareceu nas curvas da vida

Bom dia para vocês nesta manhã mas para mim alma errante.
Buscador das respostas universais não me sobra nada na
feira de todos os sábados.
Simplesmente a moça que vendia deliciosas pamonhas já
não esta mais na barraca.
Nunca nunca mais como no poema de Edgar Allan Poe.
E assim tantas perguntas que nunca temos respostas
o que é Deus ? Quem é Deus ?
Se o universo se expande para onde ?
Ó triste sina é a solidão humana.
Rondamos pelo universo quem sabe num universo paralelo
ela esta lá a vender suas pamonhas.
É a vida irei me recuperar pois como cantou Vinícius hoje
é sábado.
Bom dia ...

Joka


João Carlos Faria

Nenhum comentário: