Seguidores

segunda-feira, 6 de julho de 2015

A felicidade na bolha virtual

Encerrando as transmissões sobre politica. Hoje pela manha
pensei em escrever uma cronica sobre produzir cinema.
A ideia era um roteiro de cinema de arte como O incrível
exercito de Branca leone.
Ou Alma Corsária, O homem que virou suco.
E por ai vai o cineasta Vinícius Santos de Jacarei prova que
se faz cinema sim com pouco orçamento.
Já tivemos o Núcleo Ethos na Fundação Cultural Cassiano
Ricardo nos anos noventa.
Mas Vinícius Santos produz sem apoio oficiais.
Mas depois de comer um pastel no mercado a leitura da Folha
de São Paulo foi bem indigesta com uma ameaça de
golpe contra uma presidente ou presidenta legitimamente
eleita.
Vivemos num momento em que a sociedade só se faz
presente nas redes sociais.
Na biblioteca Cassiano Ricardo me perguntaram se existe
algum grupo que debate e realiza cinema em São José ?
Ou literatura ? Artes Plásticas ?
Não consegui dar uma resposta pelo que sei só a
Academia Joseense de Letras ?
Enfim devemos estar muito felizes em viver na bolha
virtual ?
Desaprendemos a arte de viver em comunidade o egoismo
da sociedade capitalista chegou a arte.
Sinto muito a sociedade esta morta.

Joka


João Carlos Faria   

Nenhum comentário: