Seguidores

domingo, 12 de julho de 2015

A arte esta morta na sociedade de mercado ?

Ontem em um casamento vi um grupo musical muito bom.
Uma bela voz feminina um instrumentem tal e fiz minhas viagens
enquanto produtor que ainda não me tornei.
Gravaria com eles uma dúzia de canções de Edu Planchez e Paulo Rafael.
Acho que estes dois compositores valem a pena serem bem gravados.
Mas nos dias de hoje gravar CDs tornou-se obsoleto ?
E não gosto muito desta ideia de leis de incentivos. Porque o Estado a comunidade
tem que bancar nossas ousadias ?
Ação Cultural deve beneficiar a comunidade como um todo. São recursos públicos
suor do trabalho do povo Brasileiro.
Alguém me fale que qualquer movimento de ruptura e transformação nas artes
aconteceram com incentivos públicos ?
E vai nesta Cinema Novo ? Tropicália ? Poesia Marginal ?
Semana de Arte Moderna ?
E aqui só citei as mudanças nacionais ?
E nossa geração irá morrer na praia ?
O único movimento que influencia ultimante e o Hip Hop ?
Que já da sinais de cansaço.
Talvez até podemos estar no olho do furacão e não percebemos nada
além da revolução tecnológica.
Nasce um cinema sem infra e independente. Bem ao estilo do faça
você mesmo do movimento panque rock.
Mas afinal estamos na covarde e egoísta sociedade capitalista.
E a necessidade de ganhar dinheiro e garantir o leite das crianças
e mais importante.
Já ouvi isto de um jovem politico que tem os holofotes na
minha cidade.
Só os reacionários e conservadores vem ganhando espaço.
A liberdade nas artes esta sendo vendida por trinta moedas.
Pelos judas das artes.
Acho que visionários andam fora de moda e bem longe
de qualquer holofote.
Cade Diógenes com sua lanterna a nos mostrar artistas
de verdade ?

Joka


João Carlos Faria

Nenhum comentário: