Seguidores

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Rabisco da nudez

Assim escreveu Edu Planchêz
esse planeta é uma pérola
pendurada no bico
do seio esquerdo dela

Inspirado no poema pérolas sobre os seios de Edu Planchez

Nas margens de Copacabana,
no além mar.
Perolas que ilustram os seios da
musa de poetas.
Em sarais vespertinos.
Seios de Deusas inefáveis,
Que nos eleva a alturas.
Onde poucos ousam chegar.
Entre a queda aos abismos e a escada
que nos leva aos céus.
Os seios, alma, corpo e coração.
Na sublime busca da imortalidade.
Entre alcançar a terra que emana leite e mel.
Ou a queda onde só a choro e ranger de dentes.
A mulher é a porta do caminho.
Na alcova se nasce demônios e anjos.



João Carlos Faria

Nenhum comentário: