Seguidores

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Da desconstrução de utopias
O grande dilema de alcançar a maturidade é já não acreditar em nenhuma
utopia.
E começamos a viver só para ganhar o pão que o diabo amassou.
Talvez isto seja a força para se buscar algo novo e realista.
O ser humano não deve se acomodar ao seu provável destino.
Deve lutar contra si mesmo e contra as mascaras que a sociedade tenta
fazê-lo usar.
A que se destina viver?
Se somos meros personagens de um sistema que se auto sabota?
Ousadia enquanto estivermos vivos.
Deixemos de ser sobreviventes.
Ousemos viver.
Joka
João Carlos Faria

Nenhum comentário: