Seguidores

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

E o preço do feijão cabe na poesia meu caro Ferreira Gullar?

Hoje iniciando pra valer o ano de 2015 buscando umas cartas para emprego no PAT
São José dos Campos em longas espera de três horas. Vemos a realidade do povo Brasileiro oprimido por uma carestia grande. Aqui tudo é caro e difícil. E mantemos um bom humor
as pessoas levando seus filhos para buscarem um carta de emprego.
Aluguel de três cômodos colado no poste de ônibus para morar na periferia 450.00 reais.
Salario mínimo 770 reais. E o arroxo ao trabalhador provocado pelo Governo de Dilma PT?
Em nome de um equilíbrio fiscal vemos isto desde o governo Sarney nos anos oitenta com
o plano Funaro?
Acabou o mar de tranquilidade para alguns que foi o governo Lula.
Agora estamos no Brasil bem real que sempre vimos. Poucas opções de emprego, salario
sempre baixo. E aquele menino das Casas Bahia quer pagar quanto?
Aqui em São José a passagem a 3,40 não tem almoço grátis. E a criançada do Passe Livre se diverte protestantes nas ruas. O buraco na POLITICA é sempre mais em baixo o povo na rua não anda contente com Carlinhos de Almeida nosso prefeito dizem igual a PSDB bota o original. E a cidade parece perder uma chance real de mudar? E Wagner Balieiro vai ser o novo Toquinho perguntam o povo na rua?
As montadoras de carros sempre chantageando São José, Taubaté as industrias estão indo em
bora restam o setor de serviço, shopping, telemarketing.
As cidades do Vale precisam rever como crescer e gerar empregos. Mas não temos lideranças
politicas temos sangue sugas do poder me digam na real qual a diferença do PT, PSDB?
2015 esta ai calma daqui a pouco vem carnaval? Vem eleição e debates histéricos nas redes
sociais.
E nossos problemas de mobilidade urbana, segurança, educação continuam sempre os mesmos.
Como diria Renato Russo que pais é este?

Joka

João Carlos Faria     

Nenhum comentário: