Seguidores

domingo, 4 de janeiro de 2015

Dias de escritos longos, preciso redescobrir

os textos curtos. Leio poetas mas ando a ler cronicas.

Nada como um livro na tarde.

Mas nada como escritos longos, revesados

com poemas.

Quando terei folego para um romance?

Arriscar um roteiro, peça de teatro.

Só escrevo o imediato.

E afinal para que escrevo?




Nenhum comentário: