Seguidores

domingo, 30 de novembro de 2014

Joka

Céu Azul

Nossa lendo o texto da Marcia Tigani e vendo o consumismo desenfreado de um sábado festivo
para consumidores.
Para este tal BLACK FRIDAY..... imaginei um video de dois minutos para a internet.
Mas travei não veio nenhuma ideia estava travado esta semana toda.
Este consumismo desenfreado esta nos fazendo um mal enquanto humanidade.
Faz muito tempo que deixei de frequentar shopping. Mas este mal nos abate deve
ser coisa de efeito borboleta.
O pessoal de Recife esta fazendo uma bela intervenção em defesa da cidade contra o uso
dos portos.
Em São José dos Campos parece que a especulação imobiliária ira vencer e devorar a cidade
o prefeito Carlinhos Almeida foi eleito para reverter o jogo. Mas o governo dele parece
uma mera continuidade dos dezesseis anos de PSDB com marketing mais social.
Enfim a cidade esta de pernas abertas para o Capital.
E Dilma se abre ao mercado.
E estranhamento o povo do Estival faz uma foto em uma hemanagem ao Edu Gair no Estival
que me gera vários desencontros.
E da uma impressão de praia com uma linda moça de vestido num imenso céu azul em Eugênio de Mello.
Mas resistência parace acontecer um povo pensa em se juntar para criar um coletivo de cinema na
cidade justamente quando penso em criar asas e deixar a cidade?
Os jornais dizem que a estiagem irá continuar. Um efeito do aquecimento do planeta?
Domingo estamos paralisados diante de um sistema cada vez mais perverso.
Mas reações pipocam mundo afora. E a arte é muitas vezes carro chefe de uma mudança
de atitude.
Eu que acompanho este este pais desde as direjas já ao catorze anos.
Já vi de quase tudo. Este fim de semana vi documentários sobre ficção cientifica.
Mas o texto de Marcia Tigani me fez libertar.
O que seria um video ou vídeos tirando uma onda tal BLACK FRIDAY....?
Pensem ai Edu Planchez, Fernando Selmer, Diogo Gomes e por ai vai?
O que não devemos e silenciar diante de tanta opressão.
Como faz falta um sarau de rua, eles tem um ar de liberdade.
Deixemos estas algemas. Devo ler Noam Chomisky.
Devo aprender a escrever roteiros. Já 'pensei num longa usando croma qui
todo em estúdio com quatro ou cinco personagens.
Algo de humor, filosofístico. E cade o Chaves com sua simplicidade a nos fazer
entender a linguagem do povo?
E Eugênio de Mello numa ilusão de ótica se transforma numa praia?
O provincianismo, conservadorismo não deve vencer. A luta é árdua.

João Carlos Faria

Nenhum comentário: