Seguidores

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

VIVER

E se só existe o agora?
Para que tanto planejamento com relação a um futuro que será um agora?
O tempo e o espaço não existe.
Mas nossos corpos envelhecem.
Nossas cabeças pensam. E fazemos um imenso esforço pelo silencio.

As vezes nos cansamos mas tudo gira, calor, frio.
Inverno, verão.
E cade a primavera e o outono?

E dentro de nós nasce uma estrela.
Temos uma fagulha divina dentro de nós que precisa ser acendida.
Que precisa nascer.

Agora faz frio.
Tudo se faz presente e estamos ausentes de nossa consciência.

Ainda não nos fazemos humanos.

E se só existe o agora?
Necessitamos viver.
E que a vida seja plena em abundancia.

Joka

João Carlos Faria

Edu Planchêz acredito que deva se criar formas mais baratas de edição em papel enfim criar editoras mais populares para as obras serem publicadas quando eu achar este formato, econômico, financeiro e literário você e o Ricola de Paula estão na minha lista. Acho que são dois poetas fundamentais nos dias de hoje não porque seja eu amigo de vocês e os conheça mas ninguém se conhece? Mas pela literatura a sua no caso bem narcísica se colocando no centro do mundo. Já Ricola mais analítico e observador da vida. Sobre a editora sempre converso com a Beth do Entre Mentes acho vai acabar virando sobre nome. Enfim devemos achar novos modelos de organização das obras e divulgação. Ninguém tem dinheiro para pagar caro em livro Ferrez num documento no canal Curta diz que livros deveriam estar nas cestas básicas. Nem pobres, ricos leem tanto acho que o Face e sites como o Entrementes - Revista Digital de Cultura tem feito um bom trabalho. Mas falta críticos e dos bons. E prêmios para se descobrir neste imenso oceano digital a nova poesia ouso apontar o nome de Nydia Bonetti entre os bons poetas. 
Mas quem sou eu para ousar enfim cabe este aperfeiçoamento nesta grande geleia para redescobrirmos os grandes talentos da literatura e das artes que se fazem hoje.
E meus caros só existe o agora.

Nenhum comentário: