Seguidores

segunda-feira, 4 de agosto de 2014


E o que é arte?

Este mês esta prometendo já teve lançamento de um curta -metragens do Sérgio Ponti e agora
fiquei sabendo do esperado livro do Oswaldo Jr. Este é o cara.
Uma das figuras mais discreta da cena cultural Valeparaibana e uma cabeça pensante sempre um bom papo. Foi uma das primeiras pessoas que conheci na cena.
Sujeito habilidoso com as palavras. E esta cena sempre com gente nova. E eu a anos enferrujado sem participar de nenhum coletivo. Só colaborando com o Entrementes.
Sempre acho pouco ainda mais depois de ler As cartas que Paulo Leminski escrevia para Regis Bonvicino na década de setenta.
Não faço arte simplesmente respiro arte. A vida é arte. Criação desde que Deus falou faça a luz.
Ai todos saímos das trevas de algum sonho. Mas sera realmente que estamos acordados? Desperto então nem se fala. Mas a vida e feita de um belo cotidiano hoje fotografei um cachorro bem tranquilo na cozinha de minha casa.
Estou estudando para valer uma apostila de um concurso para professor e aguardando uma correção de exercícios. Não vejo a hora de me libertar destas algemas acadêmicas.
E partir novamente para ação como já disse o Diogo Gomes dentro de nossas cabeças fazemos sempre mais do que na realidade.
A vontade é sempre maior que o que se é realizado. E o que é arte?
É vida, respiração na busca de desvendar os mistérios.
Então nada como aguardar um livro de estreia de um poeta. Estreia ai no sentido de um livro só do autor. Tivemos o privilegio no livro Seis passos para o abismo do Oswaldo fazer a apresentação uma coletânea da Irmandade Neo Filosófica com Joka, Franklim Maciel, Abda Almirez, Marcelo Planchez, Solfidone.
Mais um dos inúmeros fracassos da literatura brasileira. Fizemos ate invasão da Bienal da Artes Plástica de São Paulo. Mas nada como viver com todos seus inumeráveis perigos.
A ideia dali em diante era invadir Sampa com nossa presença e o grupo se desfez no fim do ano.
Dali em diante lancei uma boia no furioso oceano das artes e vivo em tempestades.
E nada novo surge. E o mar sempre em fúria.
Parabéns Oswaldo Jr pelo livro finalmente se materializar.
Enfim seus escritos não estão mais nas gavetas será lançado aos leões, tubarões.
Calma em nossa cidade não tem críticos. Só babação de ovo.
Falta nos enquanto cidade uma criticidade, uma troca de experimentações. Mas nossa vaidade não permite. Falta um senso de se separar o publico do privado. Falta debate de uma politica cultural seria. Recursos financeiros neste cidade não falta. Mas sensibilidade e neurônios fazem falta.
Oswaldo é uma das poucas cabeças sensíveis e antenada no oceano de mediocridade.
Sucesso.

Joka


João Carlos Faria      

Nenhum comentário: