Seguidores

sábado, 30 de agosto de 2014

Atos falhos

Quando devemos escrever poemas?
Quando o dia se faz pesado, quando cometemos
atos falhos?
Quando estamos felizes?
Não sei o dia hoje mostrou-me vários ensinamentos.
Desfazer males. As vezes precisamos calar.
Muitas vezes falar.
Deixemos o coração a frente.
De nossa mera ausência de razão.
O sono bate a porta.
Vem devagar.
A vida sempre em alta.
Quando aprenderemos a dar as mãos para dançar uma ciranda?

Joka

João Carlos Faria

Nenhum comentário: