Seguidores

segunda-feira, 9 de junho de 2014

João Carlos Faria

Um poema a liberdade

Liberdade estranha palavra.
Será que realmente alcançaremos?
Thoureau, Ely Yabeth Brait Alvim, Ilo Krugli.
Fernando Gabeira esta gente nos estimula
a seguir em frente.
Em qualquer sertão nesta aridez de um Brasil sem
utopias.
Que esquece de sonhar e se desfaz em eleições que
nada nos trazem de novo.
Liberdade estranha palavra.
Que se faça verdade em nossas vidas.
Nós meros soldados de um Incrível Exercito de Branca leone.
É difícil não se emocionar. Todas as Utopias não são desveladas.
Só o amor ao próximo nos mantem firmes neste duro combate.
De nós contra nós mesmos.
A vida se faz forte da profissão de fé.
Destes membros da Sociedade dos Poetas Vivos.
Como nos encanta Solfidone.
A vida esta ai e não existe nem passado nem futuro.
Tudo se faz agora.
Sempre nos cantou ao pé do ouvido Ely Yabeth Brait Alvim
sempre pelas brechas.
Sem alarde sempre pelas brechas.
O caminho é difícil e só estamos no pé das três montanhas.
Salve a todos Centuriões do LITTER.
Que o universo nos abra a mente.
Façamos tudo com o coração tranquilo.

Joka


Nenhum comentário: