Seguidores

terça-feira, 13 de maio de 2014

João Carlos Faria

O homem que carrega tempestades nas mãos

Hoje vi o visceral poeta Edu Planchez no principal canal de
jornalismo da TV Brasileira.
Enfim as luzes. Mas para quem é iluminado não faz nenhuma
diferença ser reconhecido ou não.
A sua poética, poemas sempre a mesma visceralidade.
Em um sistema que não enxerga talentos.
As ruas sempre são os melhores lugares para se achar
poetas.
Que não se prendem a um sistema corrosivo que busca
destruir a criatividade humana.
Sempre tive e terei o privilegio de encontrar almas
que de novo buscam alcançar as estrelas.
E como diria Nietzsche é necessário possuir um caos
dentro de si para que nasça uma estrela brilhante.
A vida segue pelas ruas que nenhuma rede social
irá alcançar o palco da vida é a rua.

Joka



Nenhum comentário: