Seguidores

sexta-feira, 28 de março de 2014



João Carlos Faria


A literatura transformando a sociedade


O cravo sem a rosa não seria nada como é feio a covardia do machão em relação a mulher.
Estes dias vi uma propaganda incentivando o machão figura ainda
presente em varias culturas.
O que nos cabe ver tudo isto se manifestar em nossa sociedade Carlos Heitor Cony num depoimento na TV nos falou de como a sua filha na ditadura militar aos treze ou quatorze anos foi ameaçada dentro de casa.
Quantas mulheres são espancadas, vilentadas neste pais mesmo com a lei Maria da Penha.
É triste mais real e não devemos nos silenciar diante de tanta covardia.
E hoje vejo que a poeta Nydia Bonetti lança seu livro Sumi-ê, de Nydia Bonetti (São Paulo: Patuá, 2014),
É este nosso universo virtual de tantas informações mas a poesia de Nydia Bonetti é relevante e vem cativando cada vez mais quando abro o Facebook e agora podemos desfrutá-la em livro nada como um livro impresso para a qualquer momento abrir e ler.
São tantos os novos talentos da literatura que cabe a criação de varias editoras Brasil afora para lançá-los.
E fazer chegar ao povo seus poetas. Conheço inúmeros que fazem minha leitura diária e dali muitas vezes parto para minha criação.
Dentro de poucos dias teremos O Festival da Mantiqueira uma grande celebração aos amantes da letras nesta nação. Será em São Francisco Xavier em plena Serra da Mantiqueira lá já estive muitas vezes e agora voltarei para fazer uma cobertura para o Entrementes.
E rever muitos amigos como a escritora Ely Yabeth Brait Alvim que foi diretora de cultura da Fundação Cultural Cassiano Ricardo entre 1993 e 1996. Que apoiou o jornal literário LITTER pela comissão de literatura hoje extinto e fomentou as casas de cultura de São José dos Campos.
Enfim literatura e politica andam juntas na historia e cabe as escritores estarem inseridos no contexto histórico de sua nação.
A arte vem de nossa necessidade de nos transformarmos e assim mudarmos o mundo ou quem sabe tentar?
Este Festival reunirá Quixotescos de vários lugares do BRASIL sempre aguardado todos os anos quiça a Semana Cassiano Ricardo tenha um dia esta importância porque não uma feira anual de livros durante a Semana?
São José é cenário de várias gerações de escritores como Jose'Omar Carvalho, Olney Borges, Helio Pinto Ferreira e vale a Fundação que leva nome de poeta pensar numa reedição de livros destes e de muitos outros poetas que passaram pela cidade porque não uma editora publica?
Pois Murilo Mendes escreveu Só não existe o que não é imaginado.
E imaginação temos de sobra e como aprendi com Ely Yabeth Brait Alvim sempre temos que tentar pelas brechas. Eu aprendiz de libertário.


Joka



Nenhum comentário: