Seguidores

quinta-feira, 20 de março de 2014

João Carlos Faria


E vós ofereço a esperança em forma de uma flor.


São tantos os rumores de guerra.
E aqueles quatros cavaleiros parecem soltos.
Será que andam por ai de bicicleta?
E a vida da maneira que conhecemos pode se perder
no tempo?
São tantos os rumores de guerra.
Sinto a felicidade escorrer pela ampulheta do tempo.
Vamos cair de joelhos e orar ao senhor da vida.
Vamos dançar ciranda. Neste outono.
São tantos os rumores de guerra.
Que perco-me em desesperança.
E vós ofereço a esperança em forma de uma flor.
É tanta a necessidade de paz. Que vos ofereço a vida
o amor e a sinceridade.




Joka

Nenhum comentário: