Seguidores

sexta-feira, 21 de março de 2014

João Carlos Faria

Canção ao Paraíba

Sobre a transposição do Paraíba para mim me emociona mais fazer um poema. Uma cronica
do que um artigo de opinião.
Não tenho todos os dados técnicos e suas friezas para debater. Finalmente gostei das opiniões bem maduras por sinal dos leitores de O VALE agora tive vontade de escrever no site.
A foto de Cláudio Vieira pela sua poética me emocionou.
Este nosso Rio merece muito mais que seja recuperado assim como o Tiete.
E o que estamos fazendo com nossos rios? Me faz lembrar aquela carta daquele Índio Norte Americano.
Agora não me lembro do titulo acho que é Enterrem meu coração na curva do rio?
Que bobagem é esta nossa de nos sentirmos donos da natureza. Hoje temos tanta tecnologia
e continuamos a contaminar nossos rios.
Uma vez Tão Zé numa performance devolvia água limpa ao Tiete. E o poeta José Moraes Barbosa
fez uma canção para o Tiete – O Rio roí o rio ri por não ser mais rio.
É hora de nos esquecermos das eleições e nos concentrarmos em nossa veia o Rio os rios de nosso estado de nossa nação.
Carece que façamos um debate serio para suas despoluição e proteção.
O jornalista Ricardo Faria e o Dr. Coimbra nos falam da poluição química do Rio quando os vemos
serem chamados para um debate na TV Câmara ?
Façamos um debate no Vale, na Band e na Vanguarda e nas rádios.
O Rio é de todos e merece ser salvo.
Fiquemos atentos a atuação de nossos deputados estaduais e federais.
E o Rio é uma causa justa para nos manifestarmos nas ruas deste nosso Vale do Paraíba.
Cabe ao povo o destino de nosso rio.

Joka

Nenhum comentário: