Seguidores

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014



O grito

João Carlos Faria

Que revolução é esta que tantos estão a cantar? Nada a revolução anda dentro de nós.
Estava numa banca agora a pouco ouvindo uma rádio.
E alguém falava de todo seu caminho espiritual. Das vezes em que foi ao Tibet das escolas porque
passou.
E deu me a vontade de pegar minhas estradas da Mantiqueira a tantos caminhos para se refazer.
Sai e ouvi em plena cidade um cantar de um pássaro.
Para que brigar contra Copas? Contra a incosequencia de governos que votamos?
Não precisamos desta gente nefasta em nossos caminhos. Deixemos estes leoes se devorarem.
Estas hienas e seus circos na midia nossa de cada dia.
Não quero ver barricadas nas cidades. Deixai a estes que estão mortos se enterrarem em suas amarguras.
Eleiçoes, partidos que se partem de podres.
Tantos jogos nefastos.
Vamos continuar caminhando. Em nossa estrada.
Enquanto a cidade se apodrece. Enquanto comemos esta comida barata e transgênica que nos envenena. Estas águas contaminadas de fármacos, bebemos inseticidas e apodrecemos nesta civilização sem juízo.
Quantos caminhos devemos percorrer para CONSEGUIRMOS nossa libertação?
Quero as estradas da Mantiqueira e suas cachoeiras.
Bem longe de nossa civilização.
Que revolução é esta que tantos estão a cantar?


Joka      

Nenhum comentário: