Seguidores

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

João Carlos Faria


A arte e a sobrevivência dela


A produção de arte hoje esta cada vez mais forte. Só nos resta desvendar o segredo de produzir
e obter retorno financeiro em fim se profissionalizar para deixarmos de fazer no paralelo. Não vamos mentir para nós mesmos queremos viver de arte.
E de uma maneira que nos livremos do poder público. Pois ali tem um controle ideológico que poucos se apercebem ou fingem não perceber.
Leis de incentivo, fundo de cultura, instituições públicas de arte tem um grande controle ideológico.
Estamos na luta diária para gerarmos uma nova percepção. Um pouco de liberalismo e anarquismo de forma combinada podem mudar este jogo perverso.
Afinal o velho Raul Seixas cantava em uma canção você não sabe é como ganhar dinheiro.
E como precisamos do vil metal e não podemos abrir mão de nossa consciência de transformação social vamos que vamos quebrando a cabeça e agindo.
A internet gera uma grande transformação na sociedade acabei de assistir a um programa chamado Starte na Globo News, sem falar no programa do Gabeira.
Enfim até a famigerada Globo criticada pela esquerda lunática da qual de uma certa maneira faço parte reflete o novo. Já tenho saudade do Ministério da Cultura de Gilberto Gil.
Dilma esta sendo um retrocesso e segundo quem entende de politica vai se reeleger.
Mas estou falando de liberdade econômica nas artes que a internet gera. Mas não dá para escrever um texto sem falar de politica pois ela esta em tudo que fazemos.
O PT perdeu a chance histórica de romper com a Casa Grande e ele simplesmente a mantém.
Eu acredito no nascimento de uma nova força politica e econômica vindo do povo.
Que descobre e se apropria da arte e da cultura.
Sindicatos, Associações estão ficando obsoletos. E estou migrando a anos desta velha forma.
Não é atoa que passei do PT para o PV e abandonei a forma tradicional do fazer politica. Ao sair destes partidos.
Tem gente que conheço que prefere o caminho mais fácil que esta elamiado de corrupção.
O velho apodrece. Estamos vendo desde o inicio da internet uma transformação já produzimos cds
de música e poesia, site e agora até longas metragens.
No Brasil e no mundo as mudanças são rápidas. E pelo jeito a sociedade vai além das velhas teorias de Marx que dialogava com Bakunim.
O anarquismo ganha nova vida com a juventude e velhos jovens como eu. Sei que não é fácil a hora que nos desesperamos mas vamos que vamos desvendar o caminho para saída deste labirinto chamado capitalismo.
Que tenta tomar conta de nossa alma. Tirar nossa calma.
O mal será extirpado de nossos corações hoje pedra amanhã vida.
A arte somos nós. Nós somos vida.




Joka

Nenhum comentário: