Seguidores

sábado, 1 de fevereiro de 2014





João Carlos Faria

Humanos em linha de montagem

Grata surpresa ao ver fotos de um já acontecido acontecimento. Não sei qual o propósito mas
as fotos revelam ação.
Nada de invadir espaços acontecimento num final de tarde.
Não entendi nem quero entender. Basta sentir.
A arte não deve ser só razão. Tentemos escrever com a alma.
Nada além da razão.
As razoes me cansam nos cansam.
Nada de elogiar os artistas ou jogar confetes.
Afinal tudo passa.
E me canso da ilusão de protesto.
Tudo sempre meramente ilusório fico com o álbum de fotografia.
A não revelar o que se passou. Nem sempre devemos ser explicativos.
As vezes memorialistas quero para mim uma arte além das palavras.
Além dos meus poucos cinco sentidos.
Além de minha vida cotidiana igual muito igual a de todo mundo.
Estamos muito iguais e somos tão diferentes.
Humanos em linha de montagem.
Quebremos a mera rotina.
Devemos esquecer do mundo. 

Joka

Nenhum comentário: