Seguidores

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

João Carlos Faria

Mercadão legado cultural

Lendo a matéria bem redigida por Renata Del Vechio no O VALE sobre os mercados municipais nos deparamos com a triste informação que não se pode ter música no Mercado de São José dos Campos que cidade estranha é esta São José dos Campos.
Neste ultimo fim de semana alguns poetas foram proibidos de declamar em frente ao democrático espaço Mario Covas.
Uma cidade que tem uma Fundação com nome de poeta. Tem leis anti democráticas? E que não combinam com nossa constituição?
Cade nossos vereadores? Cade nosso prefeito? E a diretoria da Fundação Cultural Cassiano Ricardo?
Já vi a anos na antiga praça do telefone um belo grupo de mulheres que cantavam músicas evangélicas sendo barradas ?
E ninguém nunca faz nada para mudar esta situação?
E ai companheiros do PT? Nos os elegemos para que mesmo?
Liberdade para as livres manifestações de nossa sociedade do Fanke Carioca ao Hap e aos atores
e poetas.
A cidade é de todos. Assim dizem mas que todos são estes?
Estamos na hora da liberdade e não no momento de delimitarmos os espaços.
Que as praças sejam ocupadas pela comunidade e não para atividades ilícitas socialmente como trafego e uso de drogas.
São José precisa resgatar sua principal praça a Afonso Pena que seja com ação cultural e não
com força.
Que os poetas tenham espaço para se manifestar. Que nossa sociedade tome conta das ruas.
Bem que ao invés de carros nas ruas em nosso centro tivecemos um bonde se fosse eu prefeito por um dia faria do centro de São José um imenso calçadão. Sem nenhum carro para que precisamos de carros no centro?
Cabe ousadia ao Ipplan.
Vamos realmente debater nossa cidade?


Joka     

Nenhum comentário: