Seguidores

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

João Carlos Faria

Consciência

Temperatura amena.
O sol se pós.
E no horizonte uma leve ilusão.
O silencio da tarde enquanto se faz noite.
Não ouço os cantares.
Dentro de mim silencio.
Cade os pirilampos a nos iluminar?
Cade a vida a dançar ciranda.
Acendo a tocha e dentro de mim procuro a paz perdida.
Não encontro minha consciência.
Anda passeando por ai em jardins.
Tirando me os espinhos em que andei pisando.



Joka

Nenhum comentário: