Seguidores

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

João Carlos Faria

Além do horizonte

E João gritou do fundo do posso. De dentro da caverna.
A hora da novela me chama.
Sobre as sombras. Lúcifer toma café da tarde.
Enquanto em trabalhos. Trocamos impressões sobre
a vida.
E João grita na hora da novela me chama.
A vida nem sempre, suor e trabalho.
Mas sem trabalho nada somos e sem amor não nascemos.


Joka   

Nenhum comentário: