Seguidores

sábado, 26 de outubro de 2013

João Carlos Faria

Os quebradores de ossos mascarados.

E ai como se cria camelos?
Imaginem São Paulo invadida por camelos.
Querem se carros, velocidade.
Porque não andar de camelos?
Imaginem estes quebradores de ossos. Quebradores de bem
público quebrando os camelódromos.
E assustando os camelos.
O que podemos mudar de fora? Se não mudarmos por dentro?
Mascaras para todos. Aqui mascaras baratas.
Agora são todos mascarados.
Quebradores de estação de camelos.
Anarquia festa.
E claviculas quebradas.
Querem mudar o sistema. Então se transformem.
O que quer se mudar. Se estamos numa sociedade de consumo.
De ausência de reflexão.
Vamos aos camelódromos.
Vamos curtir o Tiete uma piscina de ratos.


Joka   

Nenhum comentário: