Seguidores

sexta-feira, 12 de julho de 2013

JOKA

Ausência liquida

Por entre bombas e gás lacrimogênio … Mergulho num rio de águas bravias … Enquanto a cidade se desfaz. Estou no meio liquido …
Precisávamos de oxigênio … A liberdade é a regra e não a simples violência .. Os gestos falam mais que qualquer palavra … E ações terão reações …
A cidade se desfaz em ódios sem necessidade … Por ausência de dialogo ..
Já não há cordeiros … Estamos cercados por lobos …

Por entre bombas e gás lacrimogênio …. Mergulho num rio de águas bravias … Enquanto a cidade se desfaz … Estou no meio liquido ...
Cercados por lobos de todos os lados … E o povo enquanto cordeiro imolado …
E o povo na mão de cães algozes que latem em seu nome ..
Em nosso nome … Cães latem … Nos mordem e nos esfolam ..

Por entre bombas e gás lacrimogêneo …
Fico em silencio … Sem resposta ?
Eles mentem ferozmente …
Eles mentem … São vazios …
Cães sem alma …
Mergulho num rio de águas bravias … Enquanto a cidade se desfaz …
Por pura ausência de dialogo …
Sinto muito já não há o que escrever …
Só nos cabe agir …
Mergulho num rio de águas bravias …Enquanto a cidade se desfaz ...


João Carlos Faria

Nenhum comentário: