Seguidores

quarta-feira, 8 de maio de 2013


JOKA

O cantar do galo ...

Povo, praça … poemas ?
Jovens na praça …
Maduros na praça …
Amamos o dia …
Amamos a filosofia …
E amamos a vida …
Que seja abundante …
Estejamos novamente nas praças …
A Celebrar o eterno renascimento da poesia …
Arte … vida … amor … Que o abracemos ao próximo …
Sem nenhuma reserva … Sem falsidade …
A vida se faz rápida … Sempre a a possibilidade do trem partir …
Estamos na eterna estação …
Não sabemos a hora do cantar do galo …
Saudade de amigos … Saudade … saudade … saudade …
De encontros de músicos , poetas … e gente de todas as classes sociais …
De todas as matizes ideológicas …
Celebrando o eterno renascimento da poesia …
Voltemos o tempo se faz urgente …
Magoas, tristezas e cansaços tudo passa …
Vamos celebrar o hoje …
A arte nos une … O egoismo nos separa ..
Qual é mais forte?
O amor ou a guerra?
Qualquer hora desta o galo canta …
Então façamos cirandas nas praças …
Viva a celebração ao renascimento da poesia …

João Carlos Faria    

Nenhum comentário: