Seguidores

terça-feira, 12 de março de 2013


JOKA

Educare

Dedicado a Cláudio Willer

Nossas esquisitices neste calor dos trópicos onde não quero abrir jornais, nem ligar a internet. Não desejo me plugar a rede. Estamos juntos neste Universo. Criado por um grande arquiteto. E a Maçonaria e seus segredos. E a Matemática que nos deixa de boca aberta. E a gramática de nossa língua. Como seremos sábios para desvendar o básico da educação. E Roma se faz existir através de um Papa. E Deus não se preocupa com o homem que nunca o desvenda. Os esoteristas dizem que esta na matemática a chave para se decifrar Deus. Mas Deus nunca se decifra. Mesmo com toda a metafisica. Quero é retornar a matemática. Me aprofundar na gramática. O problema da educação talvez seja a falta de foco dos cursos universitários. De nós acadêmicos. Devemos simplesmente dominar a exatas e a lógica. Mas a lógica nisto? A poesia reúne toda a metafisica necessária. Vejo isto na poética de Cassiano Ricardo, Manuel de Barros, Cláudio Willer. Poetas veem o mundo com outros olhos Darcy Ribeiro para mim era um grande poeta. Por isto era ousado. A Academia nos tortura com suas normas. E tenta aprisionar a criatividade. Por isto educadores se veem perdidos em salas de aula. Falta nos filosofia, falta fé e poesia. Ai sim dominaremos os conhecimentos acadêmicos por completo. Enquanto isto seremos conduzidos por uma burocracia de mestres e doutores. De governos e normas que tiram do professor sua função de experimentador da vida, de pesquisador. E quem não sabe pesquisar não sabe filosofar nunca passará para seus alunos.
A educação precisa de amor. Uma dedicação de um Darcy Ribeiro, uma observação de um Cassiano Ricardo. A vida deve ser bem mais. E as salas de aula devem refletir este mais da vida. Professores não devem se perder em burocracias que nada dizem. Não devem se enfiar em cursos que não refletem a realidade do mundo. A educação deve liberar o homem o ensinar a viver. E também o que são as regras sociais. Não seremos educadores se ensinarmos uma matemática que não faz sentido. Quantos talentos perdemos na exata. Porque não sabemos entender as exatas. Eu mesmo preciso decifrar a Matemática para não continuar sendo devorado por ela. Passar a amar este saber trazido desde o principio da humanidade. E Deus se faz grande Arquiteto. E a Maçonaria nos traz vários saberes. E toda a mistica. E o Xamas aqui da América também. Darcy Ribeiro foi transformado pela cultura INDIGENA .
E a nossa língua deve ser estudada. Assim como a Matemática de resto tudo o mais e vã e cinza teoria. Que devemos conhecer. Para aprender a questionar a refletir. A filosofia deve ser construída
em todo os dias do resto de nossas vidas.
Caminho para o final de meu curso universitário. E sei que devo aprender muito. Desvendar o senso comum. E ir além. Mas não devo negar a milenar cultura popular de nosso povo Brasileiro. Enfim Roma continua através dos seculos. E mantém o Latim. E toda a cultura do ocidente. Cade a biblioteca de Alexandria? Esta em nossa memoria ancestral.
A Matemática e toda a cultura e arte das exatas devem ser ensinadas com paixão. A música ajuda a decifrar estes segredos. E o uso da tecnologia digital sem reflexão não terá valor algum.
Enfim temos que refletir qual é o papel do educar neste inicio de milênio. A vida é construída a todos os momentos. E os poetas que são os xamas, bardos de nossa cultura. Nos dão os caminhos através de sua simplicidade.
E a noite se faz quente. Estamos nos trópicos e meu caro Caetano Veloso podemos sim filosofar em Português. A vida se faz urgente vamos viver. E dois mais dois nem sempre é quatro a um intervalo e uma metafisica que nos faz dar saltos quânticos.
Estamos diante do abismo. A SEIS PASSOS DO ABISMO ...Vamos voar …

JOKA

João Carlos Faria


Imagem Claudio Willer



Nenhum comentário: