Seguidores

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013


JOKA

Falange Dourada ...Um manifesto?

Bancas de revistas veem o Brasil de forma metafórica … Em sonhos oníricos … Vivemos a realidade de cada dia. A vida sem rotina e ingrata … De joelhos estamos diante de Deuses. E a vida escorre por ampulhetas … Enquanto lemos páginas amareladas de jornais. E a rebeldia se faz madura. Queremos um mergulho no Oceano Atlântico … E uma cachoeira na Mata Atlântica … A vida também não pode ser só baseada em rotinas … Toda moral deve ser repensada, estudada para ver se tem fundamento ou não. Enquanto vivemos em muitos Brasis. Não entendemos as regras da politica … Vivemos a organizar novos movimentos … E viva a Falange Dourada um coletivo que nasce nacional. Mesmo fincado em nossas comunidades. Nossas cabeças estão a mil por hora. E hora de parar e refletir quais passos dar. Já temos um infinita trajetória. Desvendamos o Brasil que faz filosofia em bancas de jornais. Um Brasil plural ... Conectado as mudanças do mundo. Cuidado não devemos ser reacionários quando achamos que temos atitudes libertárias.
Confunde-se ser libertário com libertinagem … A vida oculta segredos que devemos estar atentos para perceber. Que venha a diversidade de opiniões … Que nasça um coletivo capaz de perceber o Brasil de hoje. Quantos manifestos são criados a todo momento. Um homem de rosa protesta na Sampa. Enquanto vivemos a rotina de cada dia. Queremos dançar, cantar, criar. O homem passa a existir quando passa a criar. Mas a arte deve ir além da velha roda. Criemos o novo chega de repetir velhas formas gastas. Já somos velhos novos guerreiros … Circulando por este universo enquanto tudo não se finda. A internet ao mesmo tempo que nos junta nos separa. Estar conectado não significa estar atento. Que venha os novos. Decifremos o Brasil hoje ou continuaremos a ser devorados pelo velho sistema carcomido. Mudar, mudar, mudar só a mudança nos transforma. A arte nos contagia nos une e muitas vezes nos divide. Respeitemos ao próximo em suas diversidades de opiniões ...
A vida que seja plena de realizações. Mesmo na aparente caretice de nossa rotina interminavel. Deixemos de ser nilinistas? Mas não nos acovardemos numa vida imbecilizante … Estamos VIVOS. E isto nos transforma.

JOKA

João Carlos Faria

Nenhum comentário: