Seguidores

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013


JOKA

Uma eterna disputa ...

Sabores, saberes … A vida .. O tempo.
Fragmentos de uma eternidade …
Lúcifer se rebela … Sou devasso …
E Deus sou Família, Tradição e Propriedade …

E tudo segue … Deus no comando …
E Lúcifer passeando pelos portos … Em velhas casas de prostituição.
De vez enquando os dois se encontrão num quiosque de Copacabana …

E Deus pergunta a Lúcifer continuas devasso … Beat …?
Eternamente … E agora vem chegando o Carnaval … Preciso pegar
minha mesada meu pai?
Assim a mesada … Vá trabalhar vagabundo …

E recomeça a eterna disputa entre o mal e o bem …
E o homem se faz homem …
E a mulher em sua eterna beleza …

E numa MÚSICA de Edu Planche z se canta

PROCURO EM CANTO O BEIJO DA SERPENTE ARREPENDIDA ….

E lúcifer e Deus passeiam pelo Rio … E conversam sobre os livros sagrados …
Sobre as velhas filosofias … E sobre o fim e o começo.
Enquanto as chuvas de verão estão ai …
E como diria Macunaima ai que preguiça …

JOKA

joão Carlos faria
Curtir ·  · 

Nenhum comentário: