Seguidores

domingo, 11 de novembro de 2012


Madrugada nas ruas de São José dos Campos. 

Um passeio de Edu Planchez, Eliete Santos, JOKA

Poetas passeiam pela cidade. A cidade paralisada sem arte. Sem vida dentro de Shopping. A cidade do interior onde aconteceu. E no momento não acontece.
A cidade sem literatura, sem cinema. Que não se reflete mais.
Mas que ainda respira. Mesmo com o ar das chaminés.
E poetas insistem nela a amam. E buscam fazer amor com ela. A cidade sem rinocerontes. Sem utopias. Das fábricas e tecnologia. Cidade sem arte. Sem amor. De uma infinita caretice. Onde o Rap se faz cristão. Onde não se provoca. Onde se pensa e se reflete. E artistas vagueiam por ela sem destino. Nas madrugadas ... nas calçadas. Em supermercados vinte e quatro horas. Na busca de uma noite de êxtase. 

JOKA

joão carlos faria

Nenhum comentário: