Seguidores

sábado, 22 de setembro de 2012


JOKA

Canções

Sinto muito não sou um super- homem. Não sou maquina. E como canta a música trai os ritos. Não sou o que imaginava que eu fosse. Eis me humano. Cansado e não maquina. A rotina ás vezes nos aprisiona. Sou fera ... não humano ... Não tenho muita paciência. E adentro a minha caverna solitária. Ainda não li todos os livros que quis ler. Ainda não vi todos os filmes que quis ver. Desculpe quase não ouço música. Ás vezes muito prepotente. E senhor de mim mesmo. Mas sou humano. Tenho muitos sonhos. E já tive muitas desilusões. E a vida sempre segue. Ouço antigas músicas. E as canto para mi mesmo.

JOKA
joão carlos faria

Nenhum comentário: