Seguidores

terça-feira, 8 de maio de 2012


JOKA

Botões de força

E no silencio de nosso interior nos vemos como somos, diante de si mesmo. E dias e dias se vão. Anos e anos se vão. E tudo igual diante dos mesmos demônios que nos atormentam os sentidos. Neste imenso labirinto. Dentro tudo absolutamente escuro. E uma voz sorridente diz nem tudo está nos livros. Venha aqui desabotoar seus segredos.  

JOKA

Nenhum comentário: