Seguidores

terça-feira, 10 de abril de 2012



JOKA

O ar que respiramos tem um dono?

Transgredir... pular ... fechar muros. Se expor. Porque tudo isto se faz. Não somos Anônimos. Não saltamos por ai. E eles os poderosos nos engabelam. Enganam-nos com suas mídias. E nunca aprendemos a nos juntar. Estamos mal acomodados. Presos em Zona de Conforto. E nos foi imposto o medo. Deixemos de temer. E descobriremos o amor ao próximo. Só pensamos em nossas vidas medíocres. Cadê a coragem? Quem disse que não se revoluciona mais. Nada a ver. Tudo é uma grande experiência. E não devemos nos acomodar. Faltam-nos estratégias. Muitas maneiras de se transformar. E o mundo é outro. E a política é a mesma a nos desacreditar em relação a quem esta do nosso lado. Ninguém é estranho. Todos sofremos dores. Todos vivenciamos amores. E todos respiramos estes ares de um admirável mundo novo. Não devemos temer nossa rebeldia. Ela nos acompanha. E necessária uma grande sabedoria para se enxergar a vida como de fato é. E criar novas estratégias. De nossa cabeça pode surgir uma ação para uma nova economia que seja solidária. Pode-se criar uma transformação na idéia de estado. O ar que respiramos tem um dono? E por acaso Deus nos cobra algo? Além de nossa auto realização?  Cabe a nos seres humanos nos desvendar. E nos desvendamos. Contribuiremos para construir uma civilização mais harmônica. Sempre gostei da idéia de KAOS. Talvez para chegar haja compreensão da Harmonia. Mas não uma harmonia de comodismo. De conformismo. E não uma rebeldia que cause a autodestruição. E leve um Kaos a sociedade. Dentro sim de um Kaos criativo. E uma Harmonia criativa. Estamos ai. Quantos pensadores já pensaram o novo busquemos a eles. E com base neles e uma nova reflexão criaremos uma nova sociedade. Sem medo, chega de crueldade. De malicias. Usemos nossa imaginação para nos recriar. Façamos o uso do Verbo a partir do Verbo tudo se faz. A justiça esta conosco. A uma nova humanidade a se erguer a se construir. Chega de temer um futuro sombrio. O presente é real. E quem não teme vence. As dificuldades sempre estão ai. Devemos sim transporás. Precisamos pensar de como se construir espaços sócios culturais e que consigam suas soluções econômicas. Pois governos sempre impõem suas vontades em seus espaços, escolas, espaços culturais, faculdades. Devemos criar espaços autônomos, mídias independentes. Meios de comunicação que gerem uma reflexão. A arte a cultura a educação estão ai. Basta pensar. E temos medo de pensar. Não conseguimos silenciar nossos ruídos. Cadê o silencio. Cadê o dialogo. Sem silencio, reflexão sem dialogo não nasce nada novo. Além deste maléfico Kaos em que estamos inseridos. É um grande engano achar que mudamos algo somente a partir de um voto. Ou de estar em um partido político. A muito mais a se fazer. E nunca deve ser de maneira solitária. Temos que aprender a compartilhar nosso refletir e agir. Só com interatividade de corpo e alma se chega á síntese que é um revolucionar-se. E revolucionando-se. O mundo é transformado. E hora de transgredir. É o momento de ousadia.

JOKA
joão carlos faria    
     

Nenhum comentário: