Seguidores

sábado, 3 de março de 2012


JOKA

Movimento? Mas nada se move?

E ai continuaremos a viver esta anomalia social de todos nos aplaudirmos na frente e descermos o sarrafo pelas costas.É hora de um amadurecimento e parar de achar que arte é aplauso. E sempre nunca nada acontece. Falta nos tutano, cara de pau. E ação as praças estão ai. Um desgoverno esta ai. As eleiçoes se fazem presentes. Merda no ventilador. Não somos ingenuos e nem otários. Vamos as ruas.
E esta cidade anda calada, careta e sem graça nenhuma. Será que já não há gente irreverente. Só gente irrelevante.É a chamada cena cultural que diz  ter movimento, mas que movimento? Estamos em silencio. Nada se move?
Chega muitas vezes nos calamos para não nos ofendermos , mas a democracia só se constrói com criticas. E corramos o risco de sermos mal interpretados. Mas viver é estar na chuva acabei de publicar no Face estas fotos de um diploma de honra ao mérito cultural e o que era para ser um saudosismo otário passou a ser a chance de um grito que esta na garganta. Gente vamos as ruas. Estamos parados. E nada real acontece. Pensei que com a luta do Pinheirinho a cidade e suas cabeças que se dizem pensantes daria um salto de qualidade?  E voltamos a fazer o que insistimos em chamar de arte e que não passa de vaidade vazia. E que nunca fica nada. Não pense que não dói para mim refletir e por no papel. Mas ser figura não grata na cidade. nunca me comove. Fico com meus pouquíssimos amigos. A ter uma multidão que nada diz. Precisamos nos repensar. E olha arte já deixou a muito de ser estas manifestações voltadas  há bela arte, as letras. Hoje tem uma cara social. E uma juventude que não esta na cena cultural dita oficial faz muito mais nas periferias. E nos isolados freqüentando os mesmos espaços, desculpem , mas só estamos sendo publico. No que mais de valor fazemos hoje é escrever. Mas arte não é isolamento é fazer em sociedade. Já que a cidade de forma política não dá espaço aos seus cidadãos vamos fazer nas ruas. E ajudar a população a refletir o que é este desgoverno de extrema direita que comanda a cidade há muito tempo. E que precisa sair. E dentro de instituições culturais isto jamais acontecerá. Hoje não citarei nomes  nem de pessoas e nem de instituições. Vamos repensar. A tecnologia digital esta ai em nossas mãos, blogs, youtube, facebook. E os muros e praças da cidade. Precisamos refletir e agir em São José dos Campos, pois aqui moramos e ela é nossa. Vamos ás praças. Vamos ao Sol. A iluminação só se alcança agindo. Uma graduação universitária só faz sentido se usarmos nas nossas vidas o conhecimento que achamos ter aprendido. Assistir aos canais educativos. Ler bons livros. E continuar de braços dados é uma grande covardia de nossa parte. Já não sou o mesmo. Mas tem muita coisa boa que fiz e que preciso fazer de novo. Estamos vivos. E vamos viver se não não teremos um bom texto, um bom poema. E nunca faremos um grande filme. Tudo acontece agora. E não há passado e nem futuro só o presente momento. E vamos como aquele cantor cantou Botar o bloco na rua. E tudo passa só minha eterna revolta que não, mas canalizemos para o bem e transformar e ao mundo que nos cerca. Pensar dói. Mas pensar nos faz existir. A cidade é minha e sua e não pode servir a uma pequena elite. Façamos nossa São José dos Campos.  



JOKA
joão carlos faria   

Honra ao Mérito Cultural diploma ofericido pela Irmandade Neo Filósica em 2002.
E que faz falta nos dias de hoje.

2 comentários:

Marucs Groza disse...

Joka, escute a sua loucura, aprenda a ver como a nossa loucura tem nuances, detalhes sordidos e neuroses que rimam como um copo que cai, escute como ela tem requinte de crueldade com você mesmo e com as raízes ameaçadoras tentam abrir sua cova e o caminho. Escute a sua loucura!O movimento é você, sozinho, a loucura é o seu motor. Fora disso, você é irrelevante! Somos...

Marucs Groza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.