Seguidores

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012


JOKA

São Jose´dos Pinheirinhos

Era em São José dos Campos com suas ruas tortas, sua elite porca. Que derrama sangue de crianças. O voto sempre mal contado. Cidade do progresso. Mas que progresso? Para uns poucos. Cadê o Povo do Pinheirinho?  Todos numa Igreja. E tudo se desfaz. E a elite sempre arrogante. Sem ajudar. Sem dar apoio. E um pais  se levanta, mas em vão? Cadê a justiça que não se faz a estes desabrigados. Cadê? Hoje vi uma população revoltada. Atenta ao que esta se passando. Muitos contra muitos a favor. Sem transporte. Esta é a cidade? É a nossa cidade? Mas sou mineiro do Sul de Minas, vivo aqui á quarenta anos ? Também sou migrante. Esta é a nossa cidade é a São José do Pinheirinho. Cadê a pulgente cidade dos centros espaciais. Das grandes indústrias. Sempre pagamos tudo caro nesta cidade. Nesta administração que sucateou uma Fundação Cultural. Que conseguiu jogar a população contra uma Fundhas.Que tem uma educação pública que forma gente egoísta. E ensina o valor do tecnicismo. E todos somos sínicos numa cidade. Extremamente militar. Governada por gente reacionária. Que cultuam os mandos da ideologia de mercado. O que o PSTU fez foi organizar uma comunidade pobre com uma infra do Sindicato dos Metalúrgicos. Querem tirar dividendos ou não? Fizeram sua parte por oito anos mantendo o sonho de ter um imóvel. De ter onde morar. Esta gente morava em barracos. Esta gente dorme agora numa Igreja. E a José? E ai Geraldo? Com sua lei? Com sua justiça? E o povo ao vento. Com uma proteção de uma Igreja que se faz social. Hoje vi os munícipes indiguinados pela rua de nossa cidade. Era em São José dos Pinheirinhos. Que a justiça se faça. Moradia para o Povo do Pinheirinho.

JOKA
joão carlos faria

Nenhum comentário: