Seguidores

domingo, 4 de dezembro de 2011


JOKA

Um pequeno planeta

Fim de tarde, o céu esta amarelo o Sol se põem. Estou aqui a ver as noticias do dia. Em minhas Utopias cotidianas. Quando for realizar um filme. Ele será em preto e branco, com um leve ar de filme no ar. Um roteiro que trate de esoterismo com uma boa pitada de humor. Um filme para se assistir no yotube. Que as pessoas possam abaixar em seus computadores. Feito com baixo orçamento. Só falta um roteiro. Depois é pensar numa produção simples, mas que seja impecável. Que tenha uma equipe reduzida. Que enfim tenha qualidade apesar de poucos recursos. Não penso em leis de incentivo para criar minha arte. Embora ache necessário um fundo de cultura neste pais. Mas quero fazer. Quero juntar minha comunidade e fazer. Ano que vem retomo com o Bate Papo projeto parado por vários motivos pessoais e coletivos. Os meios de ação social são precários quase sem apoio, mas as coisas acontecem. E a internet com seus sites de relacionamentos nos motiva. Com as discuções eufóricas nos sites de jornais e revistas. Enfim o planeta o ser humano não esta calado. E temos e devemos levar esta euforia para espaços de debates onde pessoas estejam presentes de corpo e alma. Não só de trais de um teclado. Mas no pessoal no teti a teti. No cara a cara. Debater um pais um planeta inteiro se faz necessário pensar e repensar. Criar atitudes políticas para enfrentar a humana angustia de nossos dias. Vejo as pessoas se prenderem a serviços a empregos que não gostam. Vejo a educação neste pais se desgastar, vivemos uma educação onde as regras de convívio não são observadas por alunos, pais e profissionais de educação. Por isto a sociedade deve debater ações políticas. Só votar não basta. Só estar presente em Partidos Políticos não basta o importante é a sociedade civil se fortalecer saber exigir direitos e saber repensar os deveres. Nossa sociedade precisa ser repensada, precisa ser debatida e buscar novos caminhos. A violência explode nas ruas. A educação já não existe. Em muitos bairros de nossa imensa periferia as pessoas se drogam nas ruas, andam armadas. E não há força policial suficiente nas ruas. Enquanto que quem esta por traz das câmeras que estão nas cidades dorme. E nunca vêem nada. Já não há autoridade. Juízes se corropem, políticos se corropem. A extorsão esta em toda parte no funcionalismo público. E por isto todos devemos debater e buscar caminhos para uma sociedade mais livre. Onde as chances sejam iguais. Falar em empreendedorismo somente não resolve. Sim precisamos de empreendedores, mas que tenham consciência que fazem parte de uma comunidade. Nosso egoísmo nos faz sermos corruptos, sermos devassos. Levam-nos ao mal. E o mal não existe é simples ausência do bem. Estamos longe de nós entendermos. E por isto enchemos os hospitais e posto de saúde de gente. Por isto lotamos nossas drogarias. Nossa real dor vem da alma. Da ausência de conhecimento de si mesmo. E por isto devemos debater. Aprender a conviver   com as diferenças. Somos uma falsa sociedade do politicamente correto. Em minha cidade numa periferia um travesti foi morto a paulada neste ano. E não se fez justiça até agora. Cravarão uma faca em seu tórax com os dizeres homossexual aqui não vive. E não saiu na mídia nacional. Em minha cidade dez mil pessoas podem ser expulsas de uma ocupação. Só porque uma liminar de uma Juíza assim disse. A justiça não deve ser feita só baseada em papeis em leis. Mas sim na realidade de uma comunidade. Por isto devemos aprender a debater, manter e criar um dialogo   com civilidade. Um líder Mulçumano vivia entre as pessoas de sua comunidade, não tinha luxo. Podia dormir a sombra de uma arvore. E andar pela cidade e ajudar uma velha cega sem que ninguém soubesse. Quais de nossos governantes fazem isto hoje?  Chega devemos voltar ao debate e por isto retomo o Bate Papo em minha cidade faça de seu modo em sua cidade em sua comunidade. Em qualquer parte deste pequeno planeta.

JOKA
joão carlos faria   

Nenhum comentário: