Seguidores

terça-feira, 15 de novembro de 2011


JOKA

Vivemos um grande Braistorn

Plataforma para mim sempre foram as de petróleo. Que nunca terei uma só se o Universo me fizer uma surpresa. Mas prefiro trabalhar com energias limpas e renováveis.Mas plataforma enquanto UEB para mim é novidade. Quando entro em dúvida recorrro ao Paulinho da www.sitevale.com.br este ser humano para mim é um artista no mais belo sentido da palavra. Desde que a Elizabeth Souza mudou a tal plataforma para Word Pres  me sinto chic com este site. Sempre que abro meus emails estão lá uma enxurrada de email em Inglês para eu traduzir alguns direcionados para meus textos. Mas na maioria alguém ou muitos se comunicando sobre estas linguagens de informática que eu ainda leigo não entendo absolutamente nada , mas me maravilha. Esta gente que acaba organizando os movimentos globais hoje em dia. São os Nerds. Gente vidrada em tecnologia que se renova a todo tempo. Comunicação é vital e sempre foi desde o Egito, Grécia, Roma e em qualquer civilização. E eu que ainda não aprendi a usar de telepatia ou tocar um bom tambor. A arte a ciência o esoterismo me deixam maravilhado , pois dão algum sentido a vida. E falo desta tecnologia que tento aplicar para meu bem e de nossa humanidade.A ciência é uma dádiva hoje me perdi assistindo a um filme que durou umas quatros horas emtitulado  Triangulo no mesmo estilo que um Arquivo X estava passando pelo canal Espace e acabei ficando até as sete da noite assistindo a este filme. Então arte nos envolve. Hoje tem a tal Arte Conceitual bem retratada na TV SESC as vezes a achamos estranha e inútil uma bobagem ,mas tive uma sacação se usado na construção de sites no designe seria maravilhosa. E talvez até se use. Não tenho nada e nunca tive contra ganhar dinheiro eu só não sei ganhar ainda questão de criar uma oportunidade. Economia é algo vital ao homem. Precisamos tratala com equilíbrio. Mas ta tudo interligado. Arte, Cultura,Dinheiro. Não sou um escritor ficcional ou ainda não me descobri ficcional , mas quem sabe?  E nem me importa se eu venda muitos livros o importante é fazer. Hoje se fosse eu produtor de cinema faria uma série de vinte longas retratando as revoltas que aconteceram no Brasil da chegada de Pedro Álvares até o inicio do século vinte. Sobre o ponto de vistas dos revoltosos. E contaria a historia de nossos Índios antes da chegada de Cabral. Agora imaginem um site assim contando estas histórias. Pois hoje qualquer autor não pode se apegar só a livros. Ai entra o conceito de  plataforma né Paulinho.Idéias são muitas basta entendemos as leis do Universo para sabermos as realizar. E vamos em frente hoje me sinto um autor estreante para o mundo. Vou é traduzir meus textos para o Inglês. Quem sabe nasce-se trocas. Ações numa grande aldeia global. Pois eu canto minha aldeia, minha Mantiqueira assim como nos ensinou  o anárquico Tostoi. No mais vou dormir. E acordar se o universo me permiti.Cheio de minhas revoluções diárias. Estamos ai vivos. Tentando desvendar e desbravar. Este inacreditável mundo novo. E as garotas de Wall Street encontrão outras maneiras e espaços para continuar fazendo seus protestos. Vivemos um grande BRAISTORN.

JOKA
joão carlos faria   

Nenhum comentário: