Seguidores

sábado, 15 de outubro de 2011


O bom combate

JOKA


Não sei quem é este sr. mas é de uma insensibilidade bem tacanha.
A realidade para cada brasileiro ou ser humano é uma.E cada um encontra a sua maneira de ajudar ou pedir ajuda.Tentei depositar uma contia mas deu conta inexistente. Nem iria me posicionar publicamente. Respeito o Nélio ou qualquer pessoa que se posicione artística e politicamente em nossa cidade. Ou qualquer cidade. Goste eu não das obras feitas. Sei das dificuldades de quem faz arte nestes pais. E como digo ainda teremos editoras, produtoras de cinema em nossa cidade.
E Nélio é uma das pessoas que contribuem para isto com muito talento.
No mais sucesso para cada um de nós em nossos projetos individuais. E inteligência e sabedoria para que aprendamos a construir projetos coletivos. O que acontece com Nélio é outros é ausência de uma política pública. Num pais que prefere socorrer instituições bancarias a socorrer sua população.    
Num pais que não investe nacionalmente em fundo de cultura. Que prefere bancar a cultura privada do Sistema S. E de bancos e empresas. Não tenho nada contra o Sesc ou Sesi.Mas necessita-se uma reforma no financiamento público de cultura neste pais.
Coisa que não vimos no governo Lula ou Dilma. E ninguém cobra o deputado federal Carlinhos de Almeida sobre estes temas?
Só cobramos a administração de Eduardo Cury do nefasto PSDB?
Meus caros o macro e o micro estão no mesmo lugar. Tenhamos inteligência para nos articularmos. E exigir nossos direitos no coletivo. Deixemos de sermos vitimas. E cobremos de nossas autoridades. Uma real política pública de incentivo a cultura.Cobremos de Cury, Geraldo, Dilma.
No mais estamos ai num eterno bom combate,

JOKA

joão carlos faria   

Nenhum comentário: