Seguidores

quarta-feira, 26 de outubro de 2011


JOKA

Talvez só DEUS não erre.

A Fernando Ito que completa cinqüenta anos.

Noite febril de primavera. O calor se faz forte. Pernilongos nos atacam. As vezes nos esquecemos que vivemos nos trópicos curo-me de uma infecção na garganta. A vida é assim mais baixo do que auto. E vamos seguindo nossa jornada. Tem outra maneira de seguir? A realidade se faz mais presente que a fantasia. Nem por isto deixo de sentir a presença do Divino a idéia de um Deus único. Pregada no Islã me intriga sou gnóstico também acredito em Deuses. E venho de uma tradição familiar Cristã.  Católica Apostólica Romana. E isto tudo misturado e digerido  nos forma. É nossa base cultural e social. Aprofundar no universo místico adensar o saber é a única necessidade humana. Descobrir e experimentar para saber de onde viemos, porque estamos aqui e para onde vamos. Desde sempre na mais tenra infância me interesso por estes saberes. E ai quando mais subimos as escadas menos sabemos e muito experimentamos. O divino é experimentação.Qualquer coisa mais é puro intelectualismo e organização social. Costume de povos. Deus deve ser experimentado. Seja qual for nossa base social e de fé. Já tive diversos preconceitos sociais com esta ou aquela religião. Eu hoje apesar de me ligar ao gnosticismo busco meu entender. Busco meu experimentar. E isto é individual é sozinho. E vem do berço, vem de vidas e mais vidas. Muitos profetas, sábios nos deixaram suas pegadas.Muitos escritores mas o caminho e o chegar a Deus é individual e pessoal. Seguir regras sociais, seguir leis é necessário vivemos em sociedade. Trocar a experiência com o divino com alguém próximo ou descreve La como faço neste texto é importante , mas a verdade para mim é uma e para outra pessoa é outra. As regras religiosas, as leis existem e sempre existiram , mas achar a Deus. Ou Deuses ou o sagrado esta dentro de nós.Nossa base enquanto ocidentais são as leis de Moises, Jesus Cristo. Se fosse eu oriental seria Buda, Mohamed. Devemos nos aproximar de todas e compreender as raízes. Deus esta em mim. Algo me diz que estou nele. E tudo o mais devo experimentar e viver em minhas vinte e quatro horas. A todo o momento mesmo quando tiver em tentação, tiver em queda. As quedas nos trazem a vivencias, pois quando em trevas buscaremos a luz. As vezes me pego cantando uma sutra Islâmico ou rezando um Pai Nosso. Mas vejo Deus quando vejo um pássaro voando e caçando em pleno universo urbano, numa criança que brinca. Na dor do próximo e na minha. Desculpem  faço parte desta sociedade e consigo ser tão politicamente incorreto como ser também correto. Não sou bom nem mal sou humano. Sou homem. Tenho minha cultura ocidental. Não a nego. E acabo sendo igual a todo mundo. Se eu aprender a usar no meu dia a dia o autocontrole que uso quando trabalho para mim mesmo conseguirei ser um pouco melhor. Sei que mesmo assim errarei. Talvez só Deus não erre? Talvez Deus já tenha errado mais ai é com ele.Talvez eu não tenha nada com isto. Um dia quem saiba eu compreenda. Mas Deus é experimentar é sentir e não temer. Não o vejo como aquele senhor brabo e que devora seus filhos como na mitologia grega. Deus é uma infinita liberdade é conhecimento. É presença. Não é uma invenção do coletivo. Do homem primitivo.Nem do homem de hoje. Deus é pai é mãe. Às vezes bom ou mal na nossa abissal ignorância. Enfim Deus nunca é ateu. Como os versos de um poeta. Deus se faz em mim. Em ti em nós. Deus vai além do amor.

JOKA
joão carlos faria           


Nenhum comentário: